Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

‘Em nosso governo, é proibido falar a palavra gasto em coisas que são investimentos’, diz Lula

Presidente elogiou prefeito de Araraquara, cotado para assumir a presidência do PT, e se solidarizou com vítimas das enchentes no RS

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Ricardo Stuckert/PR - 24.5.2024)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar nesta sexta-feira (24) que os recursos distribuídos pelo governo federal em diversas obras pelo país são investimentos, e não gastos. “É preciso mudar o discurso, saber o que é gasto e o que é investimento. Por que quando o governo aumenta médico, dentista, é gasto? Não. Salário não é gasto, é investimento, porque se a pessoa estiver trabalhando feliz e motivada, ela produz o dobro, se dedica mais e vai cumprir toda a tarefa. Então, em nosso governo é proibido falar a palavra gasto em coisas que são investimento”, disse.

Leia mais

As declarações foram dadas por Lula durante cerimônia de assinatura da ordem de serviço para o início das obras de macrodrenagem e reurbanização de áreas afetadas por enchentes em Araraquara, no interior de São Paulo. O investimento previsto é de R$ 143 milhões em recursos do governo federal. O presidente estava acompanhado de diversos ministros, como Jader Filho (Cidades), Renan Filho (Transportes), Nísia Trindade (Saúde) e Alexandre Silveira (Minas e Energia).

“R$ 143 milhões para Araraquara é gasto? Uma cidade de 200 mil habitantes, por que R$ 143 milhões? Porque Araraquara é uma cidade que teve desastre climático. É igual a outra cidade, que merece R$ 143 milhões ou mais até”, completou.

A obra em Araraquara vai contemplar a macrodrenagem da Via Expressa e do canal do Ribeirão do Ouro, reurbanização da Orla Ferroviária e a construção de quatro novas pontes, para reduzir os riscos de alagamento. A ampliação da travessia sob a SP-310 e a construção de reservatórios de água também estão incluídas. A prefeitura do município apresentou, nesta semana, um plano para prevenção de enchentes em áreas de risco. O objetivo é proporcionar estrutura para o desenvolvimento urbano sustentável para os próximos 100 anos.

Publicidade

Durante a agenda, o chefe do Executivo também elogiou o prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), cotado para assumir a presidência do PT no próximo ano. A eleição para o comando do partido, atualmente ocupado pela deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), está prevista para ocorrer em março do ano que vem, mas as articulações nos bastidores já começaram. “A gente precisa de um país que tenha milhões de pessoas com a alma de um Edinho, com a inteligência de um Edinho, com a disposição de dar sem pedir como faz o Edinho”, afirmou.

Além disso, Lula se solidarizou com as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. “Eu voltei a concorrer as eleições porque o país estava sendo destroçado pelo negacionismo. Esse país não podia continuar assim, então eu voltei e vou consertar esse país com o apoio de vocês. É esse país que queremos construir: que viva em harmonia, que tenha fraternidade, que tenha solidariedade, como agora a nossa solidariedade do Brasil inteiro ao povo do Rio Grande do Sul, que está sofrendo a maior catástrofe climática daquele estado.”

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.