Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Tendas de atendimento a dengue começam a ser desmontadas nesta segunda no DF

Secretaria de Saúde orienta que a partir de agora população busque atendimento nas UBSs

Brasília|Edis Henrique Peres, do R7, em Brasília

Tenda de hidratação, atendimento médico, hidratação, saúde, dengue, DF
Tendas serão desmontadas aos poucos ( Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília - A)

As 11 tendas de hidratação e atendimento a casos suspeitos de dengue montadas no Distrito Federal neste ano começam a ser desmontadas na próxima segunda-feira (10). As estruturas montadas em abril atenderam mais de 50 mil pacientes com sintomas da doença e necessidade de hidratação. A orientação da Secretaria de Saúde é que os pacientes com sintomas de dengue, como febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e nas articulações, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele, procurem a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima.

Veja Mais

A desmobilização das tendas começa pela unidade do Guará, que só vai funcionar até domingo (9). A última a ser desmontada é a unidade do Areal, que deve ser desmobilizada no próximo dia 27 (veja cronograma abaixo).

A instalação das tendas foi uma estratégia da Saúde para garantir atendimento à população durante o momento de crise da dengue na capital do país. Ao todo, o DF já notificou 262 mil casos prováveis e 392 mortes, bem como investiga outras 25, segundo dados do Ministério da Saúde atualizados na quinta-feira (6).

De todas as unidades da federação, o DF lidera a incidência de casos, com 9.322,5 ocorrências a cada 100 mil habitantes. O ranking de unidades com mais registros é seguido por Minas Gerais (7.542,8 casos a cada 100 mil); Paraná (5.179,8 a cada 100 mil) e Santa Catarina (4.280,0 a cada 100 mil).

Publicidade

Durante o período de funcionamento, as tendas atuaram todos os dias da semana, algumas com atendimento 24 horas, para facilitar o acesso a exames e consultas dos pacientes. As unidades estão montadas em pontos estratégicos, próximo a hospitais, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e UBSs.

Cada tenda conta com uma equipe mínima composta por coordenador, três médicos (incluindo um pediatra), enfermeiro, técnicos de enfermagem e laboratório, especialista em laboratório, apoios administrativos, farmacêutico, pessoal de limpeza e segurança.

Publicidade

Veja cronograma de desmobilização

– Guará: 10 de junho

– Gama: 11 de junho

Publicidade

– Paranoá: 12 de junho

– Planaltina: 13 de junho

– Ceilândia: 15 de junho

– Taguatinga: 22 de junho

– Vicente Pires: 23 de junho

– Samambaia: 24 de junho

– HRAN: 25 de junho

– Varjão: 26 de junho

– Areal: 27 de junho

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.