Publicidade

Juiz condena a 18 anos grupo do PCC que criou ‘Maria Clara’ virtual para ‘golpe do Tinder’

Segundo investigação, quadrilha sequestrava, extorquia as vítimas e depois distribuía o dinheiro roubado em contas de terceiros

São Paulo|Estadão Conteúdo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.