EFG International e BTG Pactual chegam a acordo sobre preço final por BSI

ZURIQUE (Reuters) - O EFG International e o brasileiro BTG Pactual chegaram a um acordo sobre o preço final pago pelo BSI Bank, informou o banco suíço nesta segunda-feira.

O EFG disse que pagará pelo BSI o equivalente a 971 milhões de francos suíços (1,01 bilhão de dólares), menos que os 1,3 bilhão de francos suíços citados em fevereiro de 2016, quando a transação foi anunciada.

No ano passado, a aquisição do BSI ajudou o EFG a quase dobrar de tamanho e se tornar um dos 10 maiores bancos privados, depois de rivais como UBS, Credit Suisse e Julius Baer.

Mas o acordo foi complicado pelos problemas judiciais do BSI, incluindo um escândalo que atingiu o fundo 1Malaysia Development Bhd (1MDB) e resultou na retirada de bilhões de clientes.

Em comunicado, o BTG informou que devolverá 89 milhões de francos suíços do montante que o EFG havia pago pelo BSI. Conforme o documento, o acordo ainda inclui os 95 milhões de fracos suíços previamente impostos pela Autoridade Federal de Vigilância do Mercado Financeiro (Finma, em inglês), ainda sujeitos a recurso em análise.

Às 11:36, as ações do EFG subiam 0,47 por cento. Já as units do BTG negociadas na B3 tinham ganho de 0,5 por cento.

(1 dólar = 0,9644 franco suíço)

(Por John Miller)

(Reportagem adicional de Gabriela Mello, em São Paulo)