Internacional

14/2/2013 às 09h40 (Atualizado em 14/2/2013 às 13h47)

Chávez recebe tratamentos complementares muito complicados, diz vice-presidente venezuelano

Hugo Chávez está internado em Cuba desde 11 de abril, quando realizou a quarta cirurgia para a retirada de um tumor

Chávez beija crucifixo no dia em que anunciou que iria viajar a Cuba para uma nova cirurgia 08.12.12/Palácio Miraflores/AFP

O vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou nesta quarta-feira (14) que o mandatário Hugo Chávez está passando por tratamentos "muito complexos e duros".

Chávez está hospitalizado em Cuba há mais de dois meses após uma recorrência do câncer.

"Nosso comandante está sendo submetido a tratamentos complementares, como havíamos informado. São tratamentos complexos e duros", disse Maduro em um ato oficial, assegurando que acabava de chegar de uma visita ao governante em Cuba, em uma viagem que não havia sido anunciada.

O vice-presidente, que teve suas declarações transmitidas pelo canal oficial VTV, afirmou que Chávez está "assimilando" esta fase complementar, "que deve em algum momento fechar o ciclo de tratamento de sua doença".

Jornal espanhol publica imagem falsa de Chávez entubado

Chávez, de 58 anos, não aparece em público desde que viajou para a ilha caribenha, um dia antes de sua cirurgia.

O vice-presidente afirmou que, em Havana, para onde havia viajado acompanhado do irmão do mandatário, Adán Chávez (governador de Barinas), se reuniu com a família de Chávez e com a equipe médica responsável pelo tratamento.

Além disso, informou que nos próximos dias o presidente do Parlamento e vice-presidente do partido governista, Diosdado Cabello, também viajará a Cuba para se reunir com o mandatário.

No último mês, o governo insistiu que Chávez  — que recebeu as visitas de autoridades em várias ocasiões — registra uma "franca" melhora e está cada vez mais incorporado as suas funções de governo.

No dia 1º de fevereiro, Maduro afirmou que Chávez "encerrou" o ciclo pós-operatório após a sua última cirurgia, uma etapa que, segundo o governo, foi igualmente "complexa e dura".

Por causa da recaída, Chávez não esteve presente em 10 de janeiro a sua cerimônia de posse, depois de ter sido reeleito em outubro. O ato foi adiado por tempo indefinido com o aval do Tribunal Supremo de Justiça, que estipulou que o mandatário assuma quando estiver em condições.

Desde dezembro, o governante recebeu uma permissão da Assembleia Nacional, de maioria governista, para se ausentar de forma indefinida do país até que se recupere.

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Verde-amarelo contagiante

Bandeiras e camisetas do Brasil se espalham pelo mundo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fé proibida

Conheça os países com maiores índices de perseguição religiosa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!