Internacional

14/2/2013 às 16h56

Putin põe segurança em alerta em período olímpico na Rússia

Reuters

Por Thomas Grove

MOSCOU, 14 Fev (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, determinou que as forças de segurança entrem em alerta na quinta-feira para proteger o país contra ataques de militantes até a Olimpíada de Inverno de 2014 em Sochi.

A Rússia, que recebe nesta semana a reunião do G20, grupo das maiores economias um mundiais, enfrenta uma insurgência islâmica na região do Cáucaso, resultante de duas guerras separatistas na província da Chechênia desde o fim da União Soviética.

Na província caucasiana do Daguestão, um homem-bomba matou três policiais ao ser abordado em uma blitz de trânsito nos arredores da cidade de Khasavyurt.

Horas depois, a polícia matou seis militantes em um tiroteio perto dali, segundo o Comitê de Antiterrorismo (NAK).

Putin disse a chefes do Serviço Federal de Segurança que "todas as forças antiterroristas devem ser colocadas no mais alto grau de alerta e preparação".

"A coisa mais importante aqui é a proteção das vidas das pessoas", disse ele em comentários transmitidos pela TV. "É necessário fornecer uma proteção antiterrorista confiável para os grandes eventos públicos e internacionais que em breve terão lugar em nosso país", acrescentou.

Putin, que despontou na política russa reprimindo a rebelião separatista na Chechênia, quer aumentar a visibilidade internacional do país recebendo mais eventos internacionais, como a reunião do G20 e a Copa do Mundo de 2018.

A Olimpíada de Inverno em 2014 em Sochi já foi declarada como um alvo pelo grupo militante Emirado do Cáucaso, que reivindicou a autoria de um atentado suicida que matou 37 pessoas em janeiro de 2011 num aeroporto de Moscou, além de dois ataques que fizeram 40 vítimas fatais no metrô moscovita em 2010.

O Daguestão, que fica no extremo leste da cordilheira do Cáucaso, registra atentados quase diários.

Não ficou claro quantas pessoas estavam no carro do homem-bomba, mas o Ministério do Interior afirmou que provavelmente a intenção dele era detonar seus explosivos em Khasavyurt.

"Os policiais pararam o carro para uma verificação. Atrás do volante havia um terrorista suicida", disse o ministério em nota. "Quando os policiais andaram até o carro, ele detonou o explosivo."

Uma pessoa permanece desaparecida, e seis policiais foram hospitalizados, segundo autoridades.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Mergulho no lixo

Ativistas do freeganismo se alimentam de comidas jogadas fora

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotografia

Ensaio traz à tona "fantasmas" da desindustrialização nos EUA

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!