Saúde

25/2/2013 às 16h39 (Atualizado em 25/2/2013 às 16h41)

Número de mortes por dengue cai 20% em 2013

Casos graves da doença também reduziram 44%

Carolina Martins, do R7, em Brasília

Dentre esforços contra mosquito estão visitas domiciliares e controle de reservatório de água Getty Images

Apesar do crescimento de 190% nos casos de dengue registrados no Brasil em 2013, o número de mortes e decorrência da doença caiu 20%. De acordo os dados divulgados nesta segunda-feira (25) pelo Ministério de Saúde, entre 1º de janeiro e 16 de fevereiro, foram confirmadas 33 mortes em consequência de complicações da doença. No mesmo período do ano passado, 41 pessoas morreram de dengue.

Houve redução também no número de casos graves da doença. De acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, foram confirmados 324 casos graves de dengue este ano, até 16 de fevereiro. O índice é 44% menor que o verificado no mesmo período de 2012, quando 577 pessoas sofreram com o quadro grave da doença.

Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a redução de mortes, mesmo com o aumento significativo no número de notificações de dengue, mostra que a estratégia do governo está correta.

— Devemos manter o esforço de controlar o mosquito, fazer as visitas domiciliares, controlar os reservatórios de água, e combinar isso com o que pode salvar vidas, que é a capacitação de  profissionais, para que médico e enfermeiros estejam capacitados.

Risco de epidemia

O governo admite que o quadro de transmissão da doença no País caracteriza uma situação de epidemia. De acordo com o Lira (Levantamento de Índice Rápido de Infestação), 267 municípios brasileiros estavam em situação de risco em janeiro deste ano. Em 2012, esse número era de 146.

Ainda de acordo com o Lira, 487 cidades estão em situação de alerta e 238 em situação satisfatória. A pesquisa serve para identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti.

Número de casos de dengue aumenta 190% no Brasil em 2013

Leia mais notícias de Saúde no R7

Por região, a maior concentração das larvas do mosquito em reservatórios de água ocorreu no Nordeste, onde foram registrados 76,2%. Em segundo lugar está a região Norte, com 26,8%.

Quando se trata da concentração em depósitos domiciliares, como lixo, piscinas e vasos de plantas, por exemplo, a região Sudeste é a que mais preocupa, com 63,6%, seguida pela região Sul, 43,4%.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Compartilhe
Vive com dificuldades

Apesar de sentença de morte, jovem com grave deformidade vira contador

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Jovem se recupera de paralisia nas pernas e caminha até o altar

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Batalha

Jovem tem lábios reconstruídos após ter parte do rosto devorado por bactéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Drama

Mulher relata morte do marido aos 39 anos com 400 kg; veja detalhes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Dor insuportável

Bactéria que come carne humana quase mata mulher após dar à luz

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!