Notícias Anvisa nega autorização de uso emergencial de Avifavir para tratamento da covid

Anvisa nega autorização de uso emergencial de Avifavir para tratamento da covid

Agência Estado

Em decisão unânime da diretoria colegiada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou nesta terça-feira, 22, a autorização para o uso emergencial do antiviral russo Favipiravir - registrado sob o nome comercial Avifavir - para o tratamento da covid-19. Segundo a entidade, o fármaco não atendeu às expectativas quanto aos requisitos mínimos de eficácia e segurança.

"A decisão da Anvisa é fundamentada e sustentada em uma avaliação técnica que se orienta pela ponderação dos potenciais benefícios para a saúde pública em comparação aos eventuais riscos sanitários decorrentes do uso do medicamento em avaliação", informou a agência em comunicado oficial.

O fármaco é produzido pelas empresas russas API Technologies e Chemical Diversity Research Institute, e o pedido de registro junto à Anvisa foi feito pelo Instituto Vital Brazil. Até o momento, nenhuma agência regulatória do mundo aprovou o Avifavir para o tratamento da covid-19.

No Brasil, já possuem indicação para o tratamento da doença o fármaco Rendesivir e duas associações de anticorpos monoclonais, formadas pelo casirivimabe com o imdevimabe e pelo banlanivimabe com o etesevimabe.

Últimas