Bahia Elevador Lacerda fica iluminado de azul em campanha contra tráfico de pessoas até o fim do mês

Elevador Lacerda fica iluminado de azul em campanha contra tráfico de pessoas até o fim do mês

Ação faz parte da campanha “Coração Azul”

Ação faz parte da campanha “Coração Azul”, em comemoração ao Dia Internacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Ação faz parte da campanha “Coração Azul”, em comemoração ao Dia Internacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Ricardo Alves/R7Bahia

Desde a quarta-feira (1º), o Elevador Lacerda, em Salvador, está iluminado de azul. Segundo a prefeitura, a ação faz parte da campanha “Coração Azul”, em comemoração ao Dia Internacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, celebrado em 30 de julho. Durante todo o mês, o Elevador Lacerda será iluminado de azul, simbolizando a mobilização. O "Coração Azul" marca a campanha mundial do UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes) contra o tráfico de pessoas, que foi lançada no Brasil em maio de 2013.

Leia mais notícias no R7 BA 

A ação é uma parceria entre a SPM (Superintendência de Políticas para as Mulheres), Semop (Secretaria Municipal de Ordem Pública), diferentes órgãos federais e estaduais, além da participação do UNODC. É costume iluminar importantes monumentos em todo mundo com a cor azul, como forma de chamar a atenção sobre a incidência do crime. O tráfico de pessoas é uma prática que viola a dignidade da pessoa, submete a vítima a condições degradantes de violência e de trabalho, ceifando a liberdade e tornando-as mercadorias.

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play  

Segundo a superintendente de Políticas para as Mulheres, Mônica Kalile, o órgão municipal mantém um trabalho contínuo.

— com objetivo de apoiar as vítimas e fomentar a conscientização sobre o crime. 

Ainda segundo Kalile, nos próximos dias a SPM inaugura a Casa de Acolhimento e Passagem de curta duração para mulheres, chamada Irmã Dulce.

— Um local que vai abrigar mulheres e seus filhos vítimas de violência doméstica e do tráfico de pessoas, em situação de fragilidade emocional que necessitam no primeiro momento do máximo de sigilo, atenção, dedicação e carinho.

Últimas