Brasil Campanha nacional apoiará 500 mil brasileiros no combate à depressão

Campanha nacional apoiará 500 mil brasileiros no combate à depressão

Organização Pan-Americana da Saúde alerta para “epidemia silenciosa” da doença. Ação envolverá 8 mil voluntários

A Igreja Universal do Reino de Deus inicia, nesta semana, a campanha nacional “SOS Vida – Contra a Depressão e o Suicídio”, de apoio às pessoas que enfrentam os sintomas da doença. A ação acontecerá em 343 cidades dos 26 estados e do Distrito Federal, e deve alcançar cerca de 500 mil brasileiros.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), além da pandemia da COVID-19, há uma “epidemia silenciosa” de depressão atingindo países como o Brasil, Estados Unidos e México, onde metade dos adultos foram afetados pela pressão da crise. “Muitos estão usando drogas e álcool, o que gera um ciclo vicioso para doenças mentais”, alerta a diretora da Opas, Carissa Etienne.

Na cidade de São Paulo, o “SOS Vida – Contra a Depressão e o Suicídio” acontecerá na Av. Paulista, domingo (6/9), com a distribuição de 100 mil folhetos e a doação de mil exemplares do livro “Eu Venci a Depressão”, escrito pela médica Eunice Higuchi.

“O objetivo é levar apoio emocional à população, que está sofrendo com a pandemia. Estamos aqui para ajudar essas pessoas. Queremos mostrar que existem saídas para esta grave doença”, explica Jefferson Garcia, responsável pelo ação social em todo Brasil.

Mais problemas psiquiátricos

Para o produtor Fernando Leal, 29 anos, voluntário da iniciativa, que sofria com a doença mas está curado, este tipo de ação tem grande importância para a sociedade, pois também evita casos de suicídio.

“Eu sofri com depressão por dois anos. Sentia um vazio enorme dentro de mim, procurava me ocupar com pessoas, lugares, bebidas e drogas. Tinha muitos amigos do meio artístico, e tudo isso só me dava prazer e alívio momentâneos. Eu podia estar cercado de pessoas, ter seguidores nas redes sociais, mas, dentro de mim, só tinha vontade de morrer. Não podia olhar para uma sacada que eu ouvia uma voz dizendo ‘se joga que tudo vai passar’”, relata o voluntário.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Psiquiatria com os associados apontou que 89,2% desses profissionais detectaram um agravamento de problemas psiquiátricos nos pacientes, depois da chegada da pandemia da COVID-19.

A demanda de pacientes novos, pessoas que nunca haviam apresentado sintomas de depressão ou outros quadros de moléstias mentais, foi notada por 68% dos psiquiatras. Além disso, 69% relataram que voltaram a atender pacientes que já haviam recebido alta, mas que tiveram recaída.

A Universal desenvolve este tipo de iniciativa há dois anos, com ações que ajudaram mais de 100 mil pessoas.

Agenda: Campanha “SOS Vida – Contra a Depressão e o Suicídio”

Local: Na cidade de São Paulo, o evento acontecerá na Av. Paulista
Data: 6/9
Horário: Das 14h às 17h
Ação: Serão doados mil exemplares do livro “Eu Venci a Depressão” e 10.000 folhetos. Os voluntários abordarão as pessoas para falar sobre o programa social e estarão portando cartazes. Haverá estações de atendimento distribuídas pela avenida, onde voluntários prestarão o atendimento.
Estimativa de beneficiados: Cerca de 100 mil pessoas
Voluntários envolvidos: Cerca de mil voluntários

Em todo o Brasil, a campanha ocorrerá em 343 cidades, dos 26 estados e no Distrito Federal, nos dias 5 e 6/9, das 14h às 17h.

Serão doados, ao todo, 10 mil exemplares do livro “Eu Venci a Depressão” e distribuídos 100 mil panfletos.

Os organizadores da ação esperam alcançar cerca de 500 mil pessoas, com o trabalho de 8 mil voluntários.

Últimas