Protestos pelo Brasil

Brasil Governo ainda tenta entender os protestos, afirma o ministro Gilberto Carvalho 

Governo ainda tenta entender os protestos, afirma o ministro Gilberto Carvalho 

Segundo ele, o governo não teme partidarização dos atos e posição de Dilma é de abertura

  • Brasil | Kamilla Dourado, do R7, em Brasília

Segundo o ministro, única preocupação do governo são os excessos

Segundo o ministro, única preocupação do governo são os excessos

Antonio Cruz/ABr

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, classificou como “complexa e múltipla” a manifestação popular que toma conta do País. Segundo o ministro, o governo ainda não consegue entender qual é o teor das manifestações, já que reivindicações mudam de cidade em cidade.

— Seria pretensão dizer o que a gente acha que é, é muito complexo, a multiplicidade de expressões mostra isso. Estamos no início de um processo, vale a pena estarmos atento, compreender e dar uma resposta adequada.

Carvalho parabenizou a polícia por agir, nas manifestações de segunda-feira (17), só em casos nos quais, segundo ele, houve excessos, como nas tentativas de invasão ao Congresso Nacional e à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Mas o ministro não citou episódios de violência registrados em Belo Horizonte e Porto Alegre.

No Senado, Carvalho nega investigação paralela sobre Rosemary Noronha

Leia mais notícias de Brasil

Ainda de acordo com o ministro, o governo não teme a partidarização dos movimentos para fins eleitoreiros.

Segundo Gilberto Carvalho, “a posição da presidente Dilma Rousseff é de abertura e tentativa de diagnóstico” e que a única preocupação do governo são os excessos.

Últimas