Brasil Veja quem foi Sergio Vieira de Mello, tema de filme com Wagner Moura

Veja quem foi Sergio Vieira de Mello, tema de filme com Wagner Moura

Carioca foi Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos e teve atuação de destaque em diversos países em conflito. Morreu no Iraque, em 2003

Veja quem foi Sergio Vieira de Mello, tema de filme com Wagner Moura

Sergio Vieira de Mello

Sergio Vieira de Mello

Agência Brasil

O novo filme estrelado pelo ator Wagner Moura vai contar a história de Sergio Vieira de Mello, que ocupou o cargo de Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos e teve uma carreira dedicada a apoiar a reconstrução de comunidades afetadas por guerras e violências extremas. O trailer da produção foi divulgado pela produtora Netflix nesta quarta-feira (15).

Mello nasceu no Rio de Janeiro em 1948, mesmo ano da publicação da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Seu pai, Arnaldo Vieira de Mello, foi um diplomata brasileiro.

Na juventude, Sergio Vieira de Mello estudou filosofia na Universidade de Paris e, após diversos estudos de pós-graduação, concluiu doutorado em letras e ciências humanas.

Chegou à ONU em 1969, e passou a atuar em diversas missões humanitárias e de paz em países como Bangladesh, Sudão, Chipe e Moçambique. Como negociador, foi enviado ao Camboja, Líbano, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Timor-Leste etc.

Leia mais: Morte de Sérgio Vieira de Mello em atentado no Iraque completa dez anos

Próximo ao então secretário-geral da ONU em 2003, Kofi Anan, Mello foi enviado pelo mandatário da entidade ao Iraque em 2003 como seu representante. O país vivia um conflito em meio a "Guerra ao Terror", travada pelos Estados Unidos após os atentados de “Onze de Setembro”.

Foi na capital Badgá que Mello morreu em 19 de agosto daquele ano, após um atentado com um caminhão-bomba ao hotel onde estavam hospedados funcionários da Organização das Nações Unidas.

Medalha

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil criou a Medalha Sergio Vieira de Mello em homenagem aos trabalhadores humanitários que dedicam suas vidas a pessoas em necessidade. A outorga se realiza durante as celebrações do Dia Mundial do Trabalhador Humanitário, em 19 de agosto de cada ano.

Segundo o ministério, ela “homenageia o legado desse ilustre brasileiro na promoção da paz sustentável, da segurança internacional e de melhores condições de vida de indivíduos em situações de conflito armado, desafios aos quais Sergio Vieira de Mello dedicou sua vida e carreira, a serviço das Nações Unidas”.

Wagner Moura faz o papel do diplomata Sergio

Wagner Moura faz o papel do diplomata Sergio

Divulgação