Brasília DF: Saúde busca passageiros de voo de Cancún após casos de Ômicron

DF: Saúde busca passageiros de voo de Cancún após casos de Ômicron

Secretaria de Saúde pede que passageiros do voo de Cancún para Brasília com chegada na manhã do dia 13 procurem a pasta

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Governo busca passageiros de voo de Cancún para Brasília

Governo busca passageiros de voo de Cancún para Brasília

Luiz Fara Monteiro

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal procura os passageiros do voo de Cancún para Brasília que chegou na manhã do dia 13 de dezembro para monitorar a variante Ômicron. Um casal que estava no avião teve exame positivo para a Covid-19 e o sequenciamento genético mostrou a presença da nova cepa da doença. Agora, a pasta busca possíveis novos casos para frear um avanço da variante na capital.

O voo em questão é da companhia aérea Gol, de número 7735, com saída de Cancún na noite do dia 12 deste mês. A secretaria solicita que os passageiros entrem em contato com o Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) pelos números 2017-1145 (ramal 8323) e 99221-9439.

O governo do Distrito Federal confirmou, nesta sexta-feira (17), dois novos casos de infecção pela variante Ômicron na capital. Um casal que chegou a Brasília em um voo direto de Cancún, no México, está contaminado. O homem tem entre 20 e 29 anos, e a mulher, entre 30 e 39. Ambos estão imunizados com as duas doses da vacina contra a Covid-19 e permanecem em isolamento, apenas com sintomas leves.

Até agora, esses são os dois únicos casos confirmados e ativos da Ômicron no DF. Outras duas pessoas haviam sido contaminadas, mas já estão curadas da doença. Todas as pessoas com suspeita de Covid-19 vindas de voos internacionais são monitoradas devido às preocupações com o avanço da variante.

Últimas