Brasília Policial que fugiu após acidente fez instrução de motoristas do Senado

Policial que fugiu após acidente fez instrução de motoristas do Senado

Servidor do Senado estaria envolvido em um acidente no último sábado (20), mas fugiu sem prestar socorro. Ele é policial legislativo

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Policial legislativo do Senado fugiu do local sem prestar socorro

Policial legislativo do Senado fugiu do local sem prestar socorro

Reprodução/Redes sociais

Suspeito de se envolver em um acidente no Distrito Federal, no último sábado (20), e fugir sem prestar socorro após o segundo veículo capotar várias vezes, o policial legislativo do Senado Federal Leandro Nogueira Rodrigues trabalhou como instrutor de motoristas da Casa. Em 2019, foi voluntário no Curso de Condução Operacional, que focou no aperfeiçoamento dos motoristas dos senadores. 

Na divulgação do curso, à época, o Senado informou que o objetivo era "atender a uma demanda da Polícia Legislativa que, entendendo a necessidade de capacitação desses profissionais para além da condução de veículos oficiais, pudessem oferecer instruções para reforçar ainda mais a segurança das autoridades."

Servidor do Senado, Leandro é do Serviço de Proteção Presidencial, responsável por cuidar da segurança dos parlamentares, entre eles do presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD). No dia do acidente, segundo testemunhas, ele teria dito que estava com pressa, pois faria uma viagem com os senadores. Apesar de ter ido embora, uma das placas do carro conduzido por ele ficou na via. 

O acidente ocorreu na via que liga a Epia à W3 Norte, por volta das 17h40. O carro conduzido por Leandro Nogueira, um Audi branco, teria colidido com o veículo de um empresário de 34 anos, que capotou várias vezes e ficou virado na pista. O Corpo de Bombeiros foi acionado e precisou atuar com três viaturas e 12 militares, mas, quando chegou ao local, Leandro teria deixado o local. 

Testemunhas contaram aos militares que Leandro estaria envolvido no acidente, mas teria fugido sem prestar socorro. A placa do carro conduzido por ele, no entanto, ficou no local e foi entregue ao Detran (Departamento de Trânsito do Distrito Federal). O motorista do outro carro recebeu os primeiros socorros no local, mas não chegou a ser levado para o hospital.
 

Um dos carros capotou várias vezes e ficou virado na pista

Um dos carros capotou várias vezes e ficou virado na pista

Divulgação/Corpo de Bombeiros

O caso é investigado pela 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte).

Em nota, o Senado apenas confirmou que o Leandro Rodrigues é lotado no Serviço de Proteção Presidencial, da Coordenação de Proteção de Autoridades, e disse que mais informações sobre servidores podem ser consultadas no Portal da Transparência. 

O R7 apurou que o servidor teve o pedido licença para tratamento de saúde, do dia 21 a 23, deferido automaticamente. 

Últimas