Clubes recuam e querem Campeonato Paraibano

Os dirigentes dos oito clubes da Paraíba com direito a voto devem

Portal Correio

Os dirigentes dos oito clubes da Paraíba com direito a voto devem se reunir nesta terça-feira (12), em encontro com possibilidade de ser online, com o comando da presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michele Ramalho. O objetivo é debater a possível realização do Campeonato Paraibano de 2021.

Nas primeira reunião do Conselho Arbitral, realizada no ano passado, a maioria dos clubes desistiram de realizar a competição. Como o Botafogo não concordou com a decisão, o Certame tem que ser disputado. A suspensão de uma competição está condicionada a ser decidida por unanimidade.

Depois da polêmica da possível suspensão do Campeonato, que não deu em nada, agora a questão fica por conta do período da competição. Treze e Sousa querem o Certame no segundo semestre, mas os dirigentes dos outros seis times seguem pela linha contrária.

“O Botafogo quer sim, sem dúvida, no Campeonato Paraibano na primeira parte do ano. No segundo semestre não tem condições”, declara o presidente do Botafogo, Alexandre Cavalcanti. Ele quer alinhar a participação do seu time na competição estadual e Copa do Nordeste, que começa no próximo mês.

Seguindo o pensamento do presidente do Botafogo, estão os dirigentes de Campinense, Perilima, Nacional de Patos e São Paulo Crystal. Esta proposta será debatida, entre outros pontos importantes que serão alinhados pelos representantes do clube. O Atlético de Cajazeiras ainda não definiu o representante.

Quatro times do estado vão disputar outras competições, além do Campeonato Paraibano, em 2021. O Treze disputa ainda a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro. O Botafogo tem a Copa do Nordeste. O Campinense está garantido na Copa do Brasil e na Série D. O Sousa tem presença também na Série D.

Por: Franco Ferreira

Últimas