Cidades Com chegada da vacina, número de idosos internados por causa da Covid-19 cai na Paraíba

Com chegada da vacina, número de idosos internados por causa da Covid-19 cai na Paraíba

A Paraíba registrou no mês de março uma redução de 11% na internação hospitalar de idosos acima de 60 anos, comparado com o mês de janeiro de 2020, quando iniciou a vacinação contra o novo coronavírus. Os dados são do Centro Estadual de Regulação Hospitalar para Covid-19 e demonstram também a queda de 12% na […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

A Paraíba registrou no mês de março uma redução de 11% na internação hospitalar de idosos acima de 60 anos, comparado com o mês de janeiro de 2020, quando iniciou a vacinação contra o novo coronavírus. Os dados são do Centro Estadual de Regulação Hospitalar para Covid-19 e demonstram também a queda de 12% na internação de idosos acima de 80 anos. Os dados foram divulgados neste domingo (11), pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O secretário executivo da Saúde, Daniel Beltrammi, atribui a queda nas internações ao sucesso da vacinação. São 414.385 pessoas acima de 60 anos já vacinadas. A redução é ainda mais sensível na faixa etária acima de 80 anos.

Daniel Beltrammi explica que os idosos acima de 80 reúnem maior tempo de exposição vacinal (iniciada em janeiro de 2021) com maior participação de segundas doses aplicadas, o que garante uma proteção maior. “As medidas de segurança e proteção sanitária empregadas no mês de março de 2021 promoveram maior atenção e mobilização social, principalmente entre pessoas mais vulneráveis e seus familiares e cuidadores, como no caso dos idosos acima de 80 anos”, complementa o secretário.

Em contrapartida, houve aumento de 8% no número de internações de adultos entre 40 e 59 anos. “É o grupo etário com maior exposição ao vírus por maior predisposição a assumir comportamentos de risco, como abandono do uso de máscaras e aglomerações em atividades de lazer dentro e fora de casa”, analisa Daniel Beltrammi.

De acordo com o Plano Nacional de Vacinação, adultos com idade abaixo de 60 anos só serão contemplados com vacina se possuírem comorbidade ou exercerem atividades de maior risco epidemiológico.

“Para a população adulta, as medidas não farmacológicas como o uso de máscaras, lavagem das mãos e distanciamento social, são essenciais para redução da circulação do vírus”, destaca o secretário.

Últimas