Diário Digital Com câmeras para ‘cuidar’ policiais, mulher é presa vendendo cocaína

Com câmeras para ‘cuidar’ policiais, mulher é presa vendendo cocaína

Foi presa na noite desta segunda-feira (15), no bairro Jardim Vida Nova, em Campo Grande, uma mulher de 25 anos que fazia a comercialização de cocaína. O marido está recluso em uma penitenciária da Capital, onde cumpre pena. O flagrante com a prisão aconteceu quando policias militares faziam rondas pela região e viram um homem em atitude […] O post Com câmeras para ‘cuidar’ policiais, mulher é presa vendendo cocaína apareceu primeiro em Diário Digital.

Foi presa na noite desta segunda-feira (15), no bairro Jardim Vida Nova, em Campo Grande, uma mulher de 25 anos que fazia a comercialização de cocaína. O marido está recluso em uma penitenciária da Capital, onde cumpre pena.

O flagrante com a prisão aconteceu quando policias militares faziam rondas pela região e viram um homem em atitude suspeita e quando abordado foi localizado com ele um papelote de cocaína, que disse ter comprado de uma traficante identificada como Nadia Stela Aparecida Barbosa.

Os policiais foram até a casa apontada pelo usuário que revelou ter pago o valor de R$ 50 pela droga e quando se aproximaram flagraram Nadia correndo e arremessando para uma residência ao lado uma balança de precisão e um pacote com cocaína. No local outro cliente foi abordado e disse ter comprado droga pagando pelo papelote o valor de R$10 cada.

Ela foi indaga e disse que correu ao ver pelo seu sistema de câmeras que serve para cuidar a movimentação policial, que os militares estavam chegando. Na residência dela, os policiais ainda encontraram mais cocaína e R$ 151 em dinheiro contado da venda da cocaína. Nadia ainda revelou que seu marido está preso em uma penitenciária e a movimentação financeira da venda é repassada através de depósito bancário. Ela foi presa e levada para a delegacia e a droga apreendida.

O post Com câmeras para ‘cuidar’ policiais, mulher é presa vendendo cocaína apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas