Doente e com medo Fahd Jamil se entrega

Apontado como um dos chefe do crime organizado da fronteira Fahd Jamil Georges, de 79 anos se entregou nesta segunda-feira (19), no aeroporto Santa Maria, Campo Grande. Ele estava foragido desde junho de 2020. Fahd Jamil veio em um avião juntamente com o filho e por volta das 10h da manhã chegou na sede do […] O post Doente e com medo Fahd Jamil se entrega apareceu primeiro em Diário Digital.

Apontado como um dos chefe do crime organizado da fronteira Fahd Jamil Georges, de 79 anos se entregou nesta segunda-feira (19), no aeroporto Santa Maria, Campo Grande. Ele estava foragido desde junho de 2020. Fahd Jamil veio em um avião juntamente com o filho e por volta das 10h da manhã chegou na sede do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros) com um super amparo policial que realizaram toda a segurança de Fahd Jamil.


Advogado responsável pelo caso, Gustavo Badaró está tentando impetrar recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que ele fique em prisão domiciliar. O advogado afirma que Fahd é idoso, sofre com algumas doenças e não possui um pulmão, fator que é prejudicial em meio a uma pandemia.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Gustavo Badaró advogado responsável pleo caso (Foto Luciano Muta)


"Exames médicos compravam que Fahd Jamil precisa de tratamento médico, optamos para que ele se apresentasse a autoridades. Uma perícia deve ser feita o mais rápido possível para identificar o estado de saúde, esperamos comprovar a necessidade de prisão domiciliar. Ele faz um tratamento continuo de oxigênio", afirmou.
Fahd Jamil é réu por organização criminosa, tráfico de arma de fogo, obstrução de justiça, corrupção e homicídio. Gustavo Badaró afirmou ainda que seu cliente e membros da família sofrem ameaças constantemente. A defesa pede que ele não fique em um presídio comum.


"Fahd se declarar inocente não é mandante e nem culpando por nenhum dos crimes que constam contra ele. Como defesa, nossa orientação era que ele se entregasse para esclarecer todos essas acusações, nosso objetivo que consiga prisão domiciliar para proteger a saúde do meu cliente", ressaltou.


Há outros advogados na causa. Gustavo Badaró é um dos advogados de São Paulo contratado, pela família desde metade do ano passado quando começou a terceira fase da Operação Ormetá.

O post Doente e com medo Fahd Jamil se entrega apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas