Fogo atinge ponte de madeira e tráfego é interrompido em parte da Estrada Parque

O fogo que vem devastando o Pantanal, na região de Corumbá, atingiu uma ponte de madeira, na Estrada Parque, causando avarias na estrutura. Foi nas proximidades do Morro Grande, na MS-228, trecho Lampião Aceso e Porto Manga.  A Agesul (Agência de Gestão e Empreendimento), órgão do Governo do Estado, informa que o tráfego naquela região […] O post Fogo atinge ponte de madeira e tráfego é interrompido em parte da Estrada Parque apareceu primeiro em Diário Digital.

O fogo que vem devastando o Pantanal, na região de Corumbá, atingiu uma ponte de madeira, na Estrada Parque, causando avarias na estrutura. Foi nas proximidades do Morro Grande, na MS-228, trecho Lampião Aceso e Porto Manga. 

A Agesul (Agência de Gestão e Empreendimento), órgão do Governo do Estado, informa que o tráfego naquela região está impedido. Um desvio está sendo preparado na localidade e deve ser liberado nesta quinta-feira, 06 de agosto, mas ainda não há horário previsto para a liberação do tráfego. 

As queimadas no Pantanal de Mato Grosso do Sul tem causado diversos prejuízos ecológicos e estruturais. Com uma ponte de 70 metros interditada, na manhã desta quinta-feira (6) a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) inicia implantação de um desvio para retomar o tráfego na MS-228 (estrada-parque), na altura do entroncamento da rodovia com a MS-432, em Corumbá.

A estrutura de madeira recentemente reformada pelo Governo do Estado foi destruída pelo fogo e era construída sobre uma vazante, situada próxima ao Morro Grande, no sentido Porto da Manga-Lampião Aceso. Técnicos da Agesul estiveram no local e não identificaram a origem o fogo, que se propagou rapidamente e consumiu a estrutura. Em outubro de 2019 o fogo destruiu na região a ponte de 89 metros sobre a vazante do Areião.

O regional da Agesul em Corumbá, Luiz Mário Anache, informou que um desvio construído anteriormente, usado para passagem de caminhões com cargas de resíduos de minério para a obra de cascalhamento da MS-228, será restaurado para a liberação do tráfego, o que deve ocorrer ainda nesta quinta-feira. A pecuária pantaneira e o turismo dependem da estrada.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Pantanal contabilizada mais de 5 mil focos de incêndio (Foto: DiárioCorumbaense/Divulgação)

De acordo com Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Corumbá segue liderando o ranking de queimadas por cidades no Brasil. O município pantaneiro já totaliza 3.161 focos de queimadas. Nos cinco primeiros dias de agosto, a cidade tem um registro de 426 focos. 

O Pantanal, conforme o Inpe, já chega a quase 5 mil focos. Essa é a maior queimada das últimas duas décadas na maior área alagada do Planeta, com um total de 4.977 focos de incêndios florestais.

(Com informações: Diário Corumbaense)

O post Fogo atinge ponte de madeira e tráfego é interrompido em parte da Estrada Parque apareceu primeiro em Diário Digital.