Indústria contrata mais que demite em MS

As indústrias de Mato Grosso do Sul contrataram mais trabalhadores do que demitiram no início deste ano de 2021. Conforme o levantamento do Radar Industrial FIEMS, em Fevereiro, o setor foi responsável pela abertura de 1.226 postos formais de trabalho, resultado de 5.855 contratações e 4.624 demissões. O setor industrial é composto pelas indústrias de […] O post Indústria contrata mais que demite em MS apareceu primeiro em Diário Digital.

As indústrias de Mato Grosso do Sul contrataram mais trabalhadores do que demitiram no início deste ano de 2021. Conforme o levantamento do Radar Industrial FIEMS, em Fevereiro, o setor foi responsável pela abertura de 1.226 postos formais de trabalho, resultado de 5.855 contratações e 4.624 demissões.

O setor industrial é composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da FIEMS, Ezequiel Resende, no acumulado de janeiro a fevereiro, são 2.086 vagas abertas pela indústria, resultado de 11.128 contratações e 9.042 demissões.

“Com esse resultado, o conjunto da atividade industrial foi responsável por 20% do total de vagas abertas em Mato Grosso do Sul no período indicado”, afirmou.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Foto: Divulgação)

Ainda conforme Ezequiel Resende, o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou fevereiro de 2021 com o total de 134.192 trabalhadores empregados, indicando, até aqui, um aumento de 1,6% em relação ao fechamento de 2020, quando o contingente ficou em 132.106 funcionários.

“A atividade industrial responde por 19,5% de todo o emprego formal existente em Mato Grosso do Sul, ficando atrás do segmento de Serviços, que emprega 200.871 trabalhadores com participação equivalente a 29,2%, Administração Pública, com 146.488 empregados ou 21,3%, e Comércio, com 137.402 empregados ou 20,0%”, detalhou o economista da FIEMS.

Detalhamento - As atividades industriais que mais abriram vagas no mês de fevereiro foram construção (+511), fabricação de açúcar (+310), fabricação de celulose (+228), fabricação de brinquedos e jogos recreativos (+101), confecção de peças do vestuário (+52) e coleta de resíduos não perigosos (+51).

No acumulado do ano, as atividades que mais aumentaram o número de trabalhadores foram construção (+909), fabricação de celulose (+379), fabricação de açúcar (+319), fabricação de brinquedos e jogos recreativos (+102), fabricação de refrigeradores (+93), confecção de peças do vestuário (+92), manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras (+81) e coleta de resíduos não perigosos (+74).

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Foto: Divulgação)

Em relação aos municípios, constata-se que em 52 deles as atividades industriais registraram saldo positivo de contratação no período de janeiro a fevereiro de 2021, proporcionando a abertura de 3.018 vagas. Entre as cidades com saldo positivo de pelo menos 100 vagas, destacam-se Três Lagoas (+614), Campo Grande (+606), Rio Brilhante (+338), Aparecida do Taboado (+243), Dourados (+197) e Deodápolis (+111).

As atividades que mais contribuíram nos municípios indicados foram construção (+533), fabricação de açúcar (+275), fabricação de celulose (+256), fabricação de brinquedos e jogos recreativos (+101), fabricação de refrigeradores (+93), manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras (+77) e abate de aves (+69).

O post Indústria contrata mais que demite em MS apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas