Diário Digital Indústria e Poder Judiciário avaliam ampliação de capacitação profissional de detentos

Indústria e Poder Judiciário avaliam ampliação de capacitação profissional de detentos

O diretor-regional do Senai, Rodolpho Mangialardo, foi recebido no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, pelo presidente do TJMS, Carlos Eduardo Contar e o juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal da comarca de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, para uma reunião de alinhamento para a ampliação da parceria entre Indústria e […] O post Indústria e Poder Judiciário avaliam ampliação de capacitação profissional de detentos apareceu primeiro em Diário Digital.

O diretor-regional do Senai, Rodolpho Mangialardo, foi recebido no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, pelo presidente do TJMS, Carlos Eduardo Contar e o juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal da comarca de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, para uma reunião de alinhamento para a ampliação da parceria entre Indústria e Poder Judiciário.

Entre os pontos abordados, a ampliação do projeto “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade”, que utiliza mão de obra prisional capacitada pelo Senai para reformar as escolas públicas de Campo Grande. E também oferece qualificação profissional na área da construção civil para esses detentos.

O diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, destacou a importância a parceria entre Fiems e Poder Judiciário, para fortalecer a educação no Estado. E reforçou a intenção do Senai MS em ampliar o trabalho junto ao TJMS. “Queremos ampliar a atuação do projeto de reformas das escolas públicas, contribuindo ainda mais para a melhoria da educação no nosso Estado. O Senai MS se propõe a expandir a qualificação profissional dos detentos e também de pessoas das comunidades atendidas pelo projeto”, explicou Rodolpho Mangialardo.

Na avaliação do desembargador Carlos Eduardo Contar, a parceria entre TJ e indústria já gerou bons resultados e a intenção é ampliar esse trabalho conjunto.

“O Senai já é um importante parceiro do Tribunal de Justiça e agora queremos expandir essa atuação no Estado, aumentando o número de reeducandos qualificados pelo Senai, oferecendo mais oportunidades de reintrodução social”, explicou Carlos Eduardo Contar.

Entre as ampliações analisas está a instalação de bibliotecas do Sesi MS em escolas atendidas pelo projeto. O juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal da comarca de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, que coordenada as atividades explicou que a intenção é começar o projeto pela Escola Estadual Profª Zelia Quevedo Chaves, que fica no bairro Parque Res. Iracy Coelho Netto, na capital.

“O Senai já é parceiro qualificando essa mão de obra de detentos que participam do projeto de revitalização das escolas. Essa reunião foi para ampliar essa parceria com a construção dentro dessas escolas que já são atendidas, de uma biblioteca, para beneficiar não só os alunos daquela escola, mas toda a comunidade”, explicou o juiz.

Outro ponto abordado na reunião foi a eficiência energética das estruturas do Tribunal de Justiça. Com apoio do Senai Empresa, a intenção é utilizar energia fotovoltaica em todos os prédios do TJ no Estado, para reduzir os gatos e melhorar a eficiência, com energia renovável. Nos próximos dias o Senai MS deve começar estudos da estrutura física e demanda energética do complexo de prédios do TJMS, para viabilizar esse projeto.

“A intenção é estudar a viabilidade da instalação de energia fotovoltaica em todos os prédios do TJ no Estado, começando por Campo Grande. E para isso acionamos a ajuda do Senai com toda sua expertise no assunto, para nos ajudar com esse projeto”, finalizou o desembargador.

O post Indústria e Poder Judiciário avaliam ampliação de capacitação profissional de detentos apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas