Diário Digital Municípios de MS saem do risco extremo para Covid-19, segundo Prosseguir

Municípios de MS saem do risco extremo para Covid-19, segundo Prosseguir

Ao menos 24 cidades de Mato Grosso do Sul estão na bandeira vermelha, grau alto para a Covid-19. Para os municípios de Água Clara, Amambai, Anastácio, Aquidauana, Bonito, Campo Grande, Chapadão do Sul, Coxim, Deodápolis, Dourados, Fátima do Sul, Figueirão, Itaporã, Jardim, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, […] O post Municípios de MS saem do risco extremo para Covid-19, segundo Prosseguir apareceu primeiro em Diário Digital.

Ao menos 24 cidades de Mato Grosso do Sul estão na bandeira vermelha, grau alto para a Covid-19.

Para os municípios de Água Clara, Amambai, Anastácio, Aquidauana, Bonito, Campo Grande, Chapadão do Sul, Coxim, Deodápolis, Dourados, Fátima do Sul, Figueirão, Itaporã, Jardim, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Terenos, que estão nessa bandeira, a recomendação é apenas para atividades essenciais e não essenciais de baixo risco.

As informações foram divulgadas pelo Governo do Estado, na manhã desta terça-feira (10), por meio do Comitê Gestor do Prosseguir, presidido pelo secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel. 

Já na bandeira laranja, de grau médio, estão 34 municípios de Costa Rica, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaquiraí, Ivinhema, Ladário, Naviraí, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ponta Porã, Rio Negro, Aparecida do Taboado, Aral Moreira, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Brasilândia, Caarapó, Caracol, Cassilândia, Corguinho, Coronel Sapucaia e Corumbá. 

Para a área laranja a recomendação é o funcionamento de atividades essenciais e não essenciais de baixo e médio risco. 

Na bandeira amarela, que permite o funcionamento de atividades essenciais e não essenciais de baixo, médio e alto risco, estão 21 municípios. 

Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Porto Murtinho, Rochedo, Santa Ria do Pardo, Sete Quedas, Tacuru, Alcinópolis, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Camapuã, Eldorado, Glória de Dourados, Inocência, Japorã, Jaraguari, Juteí, Juti, Laguna Carapã e Nioaque. 

De acordo com Riedel, o avanço das imunizações em Mato Grosso do Sul contra covid-19 tem dado surtiu efeito positivo. “Medida preventiva é vacina, buscamos e conclamamos as pessoas para olharem o calendário e também tomar a segunda dose”, disse. 

Variante Delta- A variante Delta da covid-19 não circula por aqui, mas a forma mais letal da doença já foi encontrada em estados próximos a Mato Grosso do Sul. 

Durante a divulgação das novas bandeiras do Comitê Gestor do Prosseguir, Riedel, que também atua como presidente do órgão, destacou que não se pensa no fechamento da fronteira, já que essa medida seria ineficaz e exigiram uma mobilização gigante. 

Segundo ele, a melhor forma de prevenir é vacinar contra covid. 

“Medida preventiva é vacina, buscamos e conclamamos as pessoas para olharem o calendário e também tomar a segunda dose”, pontuou. 

No início do mês, o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, afirmou que existia a preocupação com a entrada do vírus em solo sul-mato-grossense por estados vizinhos como São Paulo, Goias e Paraná, que já registram a variante Delta. 
 

O post Municípios de MS saem do risco extremo para Covid-19, segundo Prosseguir apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas