Diário Digital ‘Queremos ser lembradas todos os dias’, afirma primeira Miss Negra MS Universo

‘Queremos ser lembradas todos os dias’, afirma primeira Miss Negra MS Universo

Nesta sexta-feira, 20 de Novembro, é celebrado o Dia da Consciência Negra em todo território nacional. A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi, que lutou contra a escravidão no Nordeste, porém, a celebração é uma reflexão sobre a posição dos negros na sociedade. Com Brasil sendo o […] O post ‘Queremos ser lembradas todos os dias’, afirma primeira Miss Negra MS Universo apareceu primeiro em Diário Digital.

Nesta sexta-feira, 20 de Novembro, é celebrado o Dia da Consciência Negra em todo território nacional. A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi, que lutou contra a escravidão no Nordeste, porém, a celebração é uma reflexão sobre a posição dos negros na sociedade.

Com Brasil sendo o segundo país com maior número de negros, a equipe do Jornal Diário Digital conversou com a advogada, modelo e a primeira Miss Negra Mato Grosso do Sul Universo no ano de 2012, Karen Recalde, que teve a ideia de reunir algumas mulheres negras para a realização um ensaio fotográfico para este dia de luta e de grande importância.

"Um certo dia, vi um quadro com uma foto com várias mulheres brancas, semi nuas e pensei que poderia reunir algum dia, apenas mulheres negras no mesmo estilo. Com isso, no começo deste mês, recebi a ligação da angolana, Ilda Isabel Lando que mora há muito tempo em Campo Grande (MS), para fazer algo para o Dia da Consciência Negra. Já contei um pouco o que tinha em mente e ela concordou", contou Karen.

O fotógrafo, Alexis Prappas e a produtora executiva, Melissa Tamarico foram os idealizadores da produção. As mulheres negras que participaram do ensaio foram — as angolanas Tchatiwa Edvânia Lopes da Conceição, Ilda Isabel Leliana Lando e as brasileiras, Karen Recalde, Juliana Silva de Souza e Adriele Rodrigues da Silva.

As fotografias aconteceram na quarta-feira (18), no estúdio Alexis Prappas, na Capial. Durante a conversa, Karen relata que o intuito das fotos foi empoderar toda mulher negra, mostrar que elas podem, são capazes e podem chegar ao quiserem. Com o objetivo de mostrar para elas, que são importantes e para se sentirem valorizadas".

Uma das modelos convidadas, foi a advogada, modelo e empresária, Juliana Silva comentou que está muito triste pelo o que aconteceu com o homem negro no Carrefour, significa que ainda temos muito o que lutar. "Mas, de modo geral, eu sinto que apesar de sermos segundo país com a maior população negra, perdendo apenas pelo continente africano, o Brasil é um país muito racista e que, ainda não tem medo se expor como racista. Um exemplo é a internet. Infelizmente, é um país que mata pelo simples fato de sermos pretos. Desta forma, hoje é um dia de reflexão, de exaltar nossa ancestralidade e resgatar nossa identidade", declarou Juliana. A empresária também participou das campanhas no Studio Oral, Jariz Beor e do Governo do Estado.

Portanto, a modelo Karen finaliza que "é importante ressaltar que a nossa representatividade é muito pouca. Não queremos ser lembradas apenas no mês de Novembro e, sim, todos os dias".

O post ‘Queremos ser lembradas todos os dias’, afirma primeira Miss Negra MS Universo apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas