Diário Digital Tráfico, porte de arma e homicídio estão na lista dos crimes dos fugitivos da Máxima

Tráfico, porte de arma e homicídio estão na lista dos crimes dos fugitivos da Máxima

A Polícia Militar continua as buscas pelos quatro presos que fugiram do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, o presídio de segurança máxima de Campo Grande, na madrugada desta terça-feira (26), depois de serrarem as grades e pularem a muralha. Por enquanto, não há informações se um dos internos foi recapturado. Na ficha criminal dos […] O post Tráfico, porte de arma e homicídio estão na lista dos crimes dos fugitivos da Máxima apareceu primeiro em Diário Digital.

A Polícia Militar continua as buscas pelos quatro presos que fugiram do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, o presídio de segurança máxima de Campo Grande, na madrugada desta terça-feira (26), depois de serrarem as grades e pularem a muralha. Por enquanto, não há informações se um dos internos foi recapturado.

Na ficha criminal dos fugitivos estão os crimes de tráfico de drogas, porte de arma de fogo e até o homicídio de dois policiais militares da reserva, em Mundo Novo (MS).

Os fugitivos foram identificados como Jonathan Gomes da Silva, conhecido como “Barata”, André Cerdeira, o “Deco”, Djordan William Ribas da Cruz, o “Billy”, e Paulo Ricardo Silva da Rosa, o “Bombadinho”.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Presos que fugiram do presídio de segurança máxima

Jonathan e Paulo Ricardo estavam presos por tráfico de drogas, André respondia por porte de arma e Djordan é apontado como pistoleiro na fronteira, envolvido nas execuções dos policias, em 2016, os militares da reserva Valdomiro Ribeiro de Souza, 51 anos, e Elio Almeida Souza, 53 anos, em Mundo Novo. Ele e o comparsa foram presos cerca de uma semana após as execuções, em Guaíra (PR).

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Djordan William Ribas da Cruz, o “Billy”

Em nota, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) disse que apura as circunstâncias da fuga.

E informou que ela ocorreu por volta das 3h15 (de MS), na cela 31 do pavilhão 1. Os servidores penitenciários viram as câmeras de monitoramento e acionaram o alarme, porém, não foi possível a captura. Imediatamente, foi realizada a conferência dos presos, para identificação, e informaram a polícia.

O post Tráfico, porte de arma e homicídio estão na lista dos crimes dos fugitivos da Máxima apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas