Folha Vitória Adolescente é assassinada e namorado confessa que usou uma serra para cometer o crime

Adolescente é assassinada e namorado confessa que usou uma serra para cometer o crime

Após ser detido por populares, o suspeito contou para a polícia que foi motivado por ciúmes e apontou o local onde estava o corpo

Folha Vitória
Foto: Matheus Brum

Uma adolescente, de 17 anos, foi assassinada pelo namorado, na madrugada de quinta-feira (10). Populares seguraram o suspeito até a chegada da polícia. Ele confessou o crime e disse que usou uma serra de pedreiro para cometer o assassinato.

A Polícia Militar realizava um patrulhamento na região do bairro Piedade, em Vitória, quando receberam um acionamento de que havia uma aglomeração de pessoas no meio da rua, chamando pela polícia na região de São Pedro.

Os militares foram até o local, onde encontraram diversos populares chamando pela polícia e segurando um rapaz, de 19 anos. Ele estava um pouco machucado após ser agredido por alguns moradores, que relataram que ele havia acabado de assassinar a namorada.

A polícia questionou o jovem sobre a situação e ele afirmou que teria cometido o assassinato, motivado por ciúmes, alegando ter sido traído pela jovem. Os policiais perguntaram sobre a dinâmica do crime e ele afirmou que usou uma serra de pedreiro para cometer o crime.

Questionado sobre a localização do corpo, ele indicou uma residência. A polícia foi até o local e encontrou a jovem morta e a serra, que teria sido usada para cometer o crime. O suspeito contou que jogou o objeto no chão quando foi perseguido por populares.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa foi acionado para a realização da perícia. No entanto, como não havia delegado de plantão no local durante a madrugada, a delegada do Plantão Especializado da Mulher para ira até o local do crime. Após a perícia, foi constatado que a jovem teve o pescoço ferido com o objeto e que uma colher de pedreiro também foi usada durante o crime.

O suspeito foi retirado do local do crime, por conta da aglomeração de moradores, que queriam agredi-lo. Ele foi levado para o DHPP e, posteriormente, encaminhado para o plantão da mulher.

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória / Record TV

Últimas