Folha Vitória Advogado tem apartamento invadido e objetos furtados durante o dia em Cariacica

Advogado tem apartamento invadido e objetos furtados durante o dia em Cariacica

O apartamento fica na Avenida Expedito Garcia, região muito movimentada em Campo Grande; ladrão levou televisão, tênis e até certificado digital da vítima

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um advogado ficou no prejuízo após ter o apartamento invadido, no bairro Campo Grande, em Cariacica. O criminoso teve acesso ao apartamento pela parte comercial do prédio e levou televisão, caixas de som e até tênis.

O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (14). O advogado Rodrigo Ferrari Secchin conta que o mais surpreendente de tudo é que o crime aconteceu em plena luz do dia.

"Por volta das 10h30 eu estava saindo de casa. Passei por Vila Velha, pois estava indo para a casa da minha mãe e, por volta de 12h30, nós voltamos para casa e percebemos que ela estava arrombada e que tinham levado alguns pertences", contou o advogado.

O apartamento fica na avenida Expedito Garcia, região muito movimentada em Campo Grande. O prédio é dividido entre uma parte comercial e outra residencial. O criminoso teve acesso ao local por meio da parte comercial.

O invasor subiu as escadas até o terceiro andar do edifício, arrombou um portão e teve acesso ao terraço. Da parte mais alta do prédio, ele desceu algumas escadas e conseguiu ter acesso à porta do apartamento da vítima. Ele arrombou a porta, entrou no local e pegou todos os pertences possíveis.

Quando Rodrigo chegou em casa, a televisão e a caixa de som não estavam mais na mesa. O computador havia sumido e as roupas estavam todas espalhadas pelo chão.

"Ele saiu pela última vez carregando as malas, com tudo o que eu tinha aqui dentro: computador, televisão, caixa de som, tênis, que eu tinha acabado de comprar. Levou tudo o que eu tinha de valor aqui dentro", contou.

A vítima também disse que as câmeras de segurança do prédio registraram a ação do criminoso. O assaltante teria colocado os pertences em duas malas e fugido do local, mas a vizinhança não percebeu a movimentação.

"Na verdade, meu cunhado ouviu alguém tocando a campainha, mas ele achou que pudesse ser alguma visita e não suspeitou de nada. Quando deu 12h30 a gente foi perceber que tinham entrado em casa e levado tudo", ressaltou.

Mesmo após todo o trabalho de reparo dos danos, o advogado tem outra preocupação, pois o computador levado pelo criminoso era utilizado para atuar em processos.

"Levou o meu computador, inclusive o certificado digital que eu preciso para trabalhar online, ainda mais nesse momento que a gente está vivenciando. Tinha o certificado online que eu protocolava todas as minhas petições".

A vítima denunciou o crime à polícia e agora está focado em batalhar para substituir os prejuízos.

"Tem todos os custos inclusive para tentar nos deixar em segurança. Agora é correr atrás da parte burocrática de tentar um novo certificado, para poder tentar voltar a trabalhar, ganhar dinheiro e comprar mais coisas, porque infelizmente ele levou tudo o que eu tinha".

* Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória/Record TV.

Últimas