Folha Vitória Bombeiros precisam usar técnica especial para a retirada de corpo em morro

Bombeiros precisam usar técnica especial para a retirada de corpo em morro

Vítima estava em matagal de Vitória, era um homem de aparentemente 40 anos que não portava documentos e perícia encontrou ao menos duas perfurações

Folha Vitória
Foto: Leitor | Whatsapp Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um corpo foi encontrado em um matagal que fica ao lado da Curva do Saldanha, no Forte de São João, em Vitória. Foi necessário que o Corpo de Bombeiros realizasse uma técnica especial de "acordamento" para a retirada do local. Ou seja, o corpo precisou ser amarrado e descido por meio de cordas. A perícia da Polícia Civil já trabalha nas investigações.

Moradores contaram para a polícia que por volta das 23 horas desta terça (9), vários disparos foram ouvidos nas proximidades do local. Eles disseram que ninguém saiu para ver o que tinha acontecido. O corpo foi visto durante a manhã por uma pessoa que saia para o trabalho e acionou a Polícia Militar.

Os militares estiveram no local e averiguaram que se tratava de um cadáver. A perícia foi acionada e foi verificado que havia pelo menos duas perfurações no corpo da vítima, um homem que vestia bermuda e camisa preta.

Até o momento, não há identificação da vítima, pois documentos não foram encontrados. A polícia investiga para saber se o homem foi jogado no local após o assassinato ou se foi atingido pelos disparos e pulou na ribanceira.

Nenhum morador reconheceu a vítima. Não se sabe se ele morava no bairro. O corpo será levado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

*Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/Record TV

Últimas