Folha Vitória Capixabão: Rio Branco VN vence Vilavelhense e cola na liderança

Capixabão: Rio Branco VN vence Vilavelhense e cola na liderança

Brancão polenteiro consegue triunfo por 3 a 1, mantém os 100% de aproveitamento e já chega a vice-liderança do campeonato

Folha Vitória
Foto: Cid Fernandes/Rio Branco VN
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Em muitos campeonatos pelo Brasil, os campeonatos estaduais de 2020 só foram terminar neste ano de 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus. Este não foi o caso do ES, que conseguiu terminar o Capixabão em dezembro do ano passado. No entanto, o atual campeão Rio Branco de Venda Nova dá a impressão de que a temporada continua a mesma e segue no ritmo que terminou última temporada.

Jogando no Estádio Kléber Andrade, o Brancão polenteiro fez mais uma vítima no Campeonato Capixaba, desta vez quem sofreu foi o Vilavelhense. O placar da partida foi 3 a 1 para os atuais campeões, que com o resultado mantiveram os 100% de aproveitamento na competição e agora já ocupam a vice-liderança do campeonato, atrás apenas do Vitória no saldo de gols (5 a 4).

O nome do jogo foi o atacante Marcudinho, autor dos dois gols da partida que foram fundamentais para o triunfo da equipe de Venda Nova. O primeiro saiu quando curiosamente o Vila chegava com mais perigo e ameaçava o atual campeão. Aos 31 minutos ele recebeu de Arthur Faria, invadiu a área e bateu na saída do goleiro.

Com o primeiro tento, o Brancão passou a dominar a partida. E nove minutos depois, viriam ampliar o marcador novamente com Marcudinho. Após cruzamento e ajeitada de Gustavo Tonoli para trás, ele só teve o trabalho de escorar para o gol e aumentar a vantagem.

No segundo tempo, o Vila promoveu alterações com o intuito de crescer novamente na partida e buscar o empate. No entanto, o atual campeão foi cirúrgico para chegar ao terceiro gol logo no início da etapa final. Aos nove minutos, Neto cobrou o escanteio e o zagueiro Wesley subiu para marcar de cabeça.

Já no fim da partida, aos 37 minutos, Madison fez boa jogada, driblou Leomir e a bola bateu na mão do lateral do Rio Branco dentro da grande área. O árbitro assinalou o pênalti, que o capitão Waldir Roque cobrou bem para diminuir o marcador no Klébão. Na sequência, o Brancão polenteiro ainda teve mais uma chance com Alexandre, mas a bola bateu na trave, correu sobre a linha e incrivelmente não entrou. No fim o placar se manteve o mesmo.

Últimas