Folha Vitória Centro universitário em Vitória abre vagas gratuitas ao grupo LGBTQIA+

Centro universitário em Vitória abre vagas gratuitas ao grupo LGBTQIA+

A seleção faz parte do projeto de extensão da instituição que irá promover uma série de encontros e oficinas sobre o curso de Design

Folha Vitória
Foto: Divulgação FAESA
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Cada vez mais, a causa LGBTQIA+ vem ganhando espaço e visibilidade social provocando o surgimento de inúmeras ações de acolhimento voltadas à comunidade. Uma instituição de ensino em Vitória lançou o projeto LGBTQIA+ Print que irá ofertar um curso gratuito de Design para pessoas que integram o grupo. 

O curso é gratuito. Foram abertas 60 vagas que atendem a todas as idades. Além das atividades em classe, fazem parte do cronograma das aulas rodas de conversa e acolhimento com alunos de Psicologia e Direito, que também fazem parte do projeto. 

Até 15 de julho

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.conteudo.faesa.br/lgbtqiamaisprint até o dia 15 de julho. As atividades começam já no próximo sábado (17) e vão até dezembro de 2021. A modalidade será presencial e as aulas serão lecionadas aos sábados, pelo professor Rosindo Torres. 

O objetivo é promover uma séria de encontros e oficinas interdisciplinares que proporcionem aprendizado sobre as atividades de design mostrando a força da existência e diversidade. Além de promover o acolhimento da comunidade LGBTQIA+ por meio da afetividade e da valorização social. 

Foto: Divulgação FAESA
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Estamparia e customização

Os participantes irão aprender sobre técnicas de estamparia, customização, empreendedorismo e diversos outros conteúdos que podem proporcionar a criação de negócios pautados na identidade LGBTQIA+ e no Design. Além do certificado, os alunos farão uma mostra expositiva dos produtos desenvolvidos no final do projeto.

O coordenador do projeto, professor Rosindo Torres afirmou que a ideia é, principalmente, proporcionar a troca de experiências e explorar a criatividade dos alunos. 

“Todo o projeto funcionará tendo como base o acolhimento dessa comunidade por meio da afetividade e valorização social. Vamos criar um espaço multidisciplinar de atendimento, em que as pessoas poderão trocar experiências, ter novas vivências e ainda explorar seu potencial criativo por meio da oficina de design, com objetivo, também, de potencializar o empreendedorismo social”

Os alunos do curso de Direito irão abordar temas que tratam da legislação e os direitos de gêneros LGBTQIA+. Enquanto os estudantes de Psicologia atuam no acolhimento das dores e no empoderamento dos participantes. 

Últimas