Folha Vitória Colégio Primeiro Mundo é vendido para gigante do mercado educacional

Colégio Primeiro Mundo é vendido para gigante do mercado educacional

Apesar da mudança estrutural, a nova administradora do Centro Educacional, a Inspira Rede de Educadores, promete manter o projeto pedagógico já existente

Folha Vitória
Foto: Reprodução redes sociais
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O mercado educacional capixaba terá uma importante mudança a partir de 2021. Uma das mais tradicionais instituições de ensino do Espírito Santo, o Centro Educacional Primeiro Mundo, foi vendido para a Inspira Rede de Educadores,  grupo empresarial que controla mais de 40 escolas em todo o Brasil, e um universo de quase 25 mil alunos. O valor não foi anunciado.

Além do Espírito Santo, a gigante educacional está presente no Amapá, Bahia, Paraná, Pará, Paraíba, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. O grupo tem como CEO o educador André Aguiar, que há mais de duas décadas atua no ramo da educação. 

Apesar da atuação da Inspira ter começado de forma tímida em 2017, com apenas quatro instituições de ensino, a partir de 2019 o grupo se tornou cada vez mais agressivo nas aquisições. Só em 2020,  18 instituições passaram a fazer parte do projeto educacional. 

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

TRADIÇÃO E RECONHECIMENTO

Inaugurado em 1991, o Primeiro Mundo começou de forma singela, como parte do sonho do empresário Rômulo Rodrigues Cardoso, falecido neste ano, e da esposa, Edir Cardoso. Com o tempo, o colégio cresceu,  reformulou o projeto pedagógico e se tornou um dos mais importantes do Estado, sendo o único do Espírito Santo que faz parte do seleto grupo de instituições que representa a University Cambridge no mundo.

Entre as outras características exclusivas da instituição está a formação plurilinguística e o duplo diploma de Ensino Médio por meio de um programa de High School, que possibilita o acesso a universidades americanas. 

Apesar da mudança estrutural, a nova administradora do Centro Educacional, a Inspira Rede de Educadores, promete manter o projeto pedagógico já existente, bem como o modelo bilíngue e o ensino integral.

Segundo a Inspira, a parceria visa estabelecer intercâmbios de experiências com outras instituições de ensino, ampliar o acesso a tecnologias educacionais, além de investimentos para a expansão do colégio. A empresa também garante, em comunicado, a manutenção das equipes administrativa e pedagógica, incluindo gestores, coordenadores e professores.

Uma das primeiras novidades divulgadas para 2021 é o uso de uma plataforma online, que permite o acesso às aulas on-line, uso de inteligência artificial para acompanhar a evolução individual dos alunos no aprendizado e biblioteca virtual com mais de 40.000 obras disponíveis.

Os atuais administradores do Centro Educacional Primeiro Mundo foram procurados, mas até a publicação da matéria não obtivemos retorno. 

MERCADO EDUCACIONAL EM EBULIÇÃO 

Em abril de 2018, outra tradicional instituição de ensino do Espírito Santo também passou a entregar um grande grupo educacional: o Centro Educacional Leonardo da Vinci, localizado em Santa Lúcia, Vitória, foi comprado pela Kroton Educacional. Na época, a promessa da nova controladora também era de manutenção da linha pedagógica e dos principais projetos do colégio. 

A Kroton é dona das marcas Pitágoras (educação básica) e das faculdades Anhanguera, Fama, Faculdade Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar, além da rede LFG, de cursos preparatórios para concursos. 

Últimas