Folha Vitória Com mudanças, usuário tem mais facilidade na hora de emplacar o veículo. Entenda como

Com mudanças, usuário tem mais facilidade na hora de emplacar o veículo. Entenda como

Medidas de segurança foram instaladas em todo o estado e serão fiscalizadas para combater fraudes e irregularidades no serviço

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Há um mês algumas mudanças nos processos de emplacamento foram implantadas no estado, com o objetivo de estabelecer rotinas mais seguras, visto a necessidade de adequação dos procedimentos operacionais para combater a ação de intermediários e do comércio ilegal.

Agora o fornecimento da placa veicular é direto ao consumidor, trazendo mais comodidade, sem custos adicionais e obedecendo as regras de preço estipuladas pelo órgão administrativo.

É importante ressaltar que o preço atual da placa, que custa R$ 175,00 (cento e setenta e cinco reais) o par, está abaixo do preço comercializado no mercado antes da publicação da portaria e ainda mais baixo do que em outros estados.

Para garantir a plena execução dos requisitos técnicos para atender a nova Instrução de Serviços, estão sendo realizadas novas validações sistêmicas dos fornecedores, certificando que o novo processo de emplacamento trará toda a segurança que motivou essa mudança nas regras.

De forma evitar que estas novas rotinas afetarão o bolso do cidadão, foram propostos na IS os valores máximos dos emplacamentos, garantindo que o preço pago pelos usuários seja ainda menor que o anterior.

Essas medidas também visam combater a ação de intermediários, o que causa uma série de problemas e prejuízos principalmente para o usuário, por isso necessidade de um controle e fiscalização mais rígida, por parte do órgão, nas etapas desse serviço. As alterações visam coibir essa prática e minimizar os danos causados ao cidadão.

Uma das etapas, por exemplo é a foto da placa instalada no seu veículo, que agora possui uma validação do modelo e da cor, possibilitando a checagem dos dados com os registros oficiais. A imagem arquivada possibilita a futura inspeção entre o QR code e o alfanumérico, assim é possível checar se os dados coincidem com os registros oficiais.

Também foram estabelecidas mudanças como a disponibilização de meios de pagamentos digitais e rastreáveis, faturamento automático após o pagamento e o envio de nota fiscal eletrônica via SMS ou e-mail direto ao cidadão, focando no combate à sonegação.

Todos os processos tecnológicos garantem que somente o veículo autorizado seja emplacado. Sendo que todas essas rotinas e adequações estão sendo fiscalizadas pelo DETRAN-ES através de integração sistêmica de maneira segura e automática.

Últimas