Folha Vitória Com objetivo de melhorar o trânsito, obras do complexo do Portal do Príncipe são iniciadas em Vitória

Com objetivo de melhorar o trânsito, obras do complexo do Portal do Príncipe são iniciadas em Vitória

O secretário Fábio Damasceno lembrou que o Governo do Estado iniciou as intervenções no ano de 2014, mas o contrato acabou sendo cancelado

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As obras do complexo viário do Portal do Príncipe, em Vitória, foram iniciadas nesta terça-feira (04). O prazo para execução das obras é de 18 meses, e o investimento será de mais de R$ 42 milhões. O objetivo do projeto é melhorar o trânsito na chegada à Capital pela Segunda Ponte.

Com a conclusão das obras, a avenida  Alexandre Buaiz vai passar a ter seis faixas. Além disso, a região irá receber rede subterrânea de cabeamento, nova iluminação pública, semáforos inteligentes, melhorias nos acessos e saídas do Porto, novas calçadas e ciclovias e implantação de quadras poliesportivas, pista de skate, áreas de lazer, parquinho, academia ao ar livre, bicicletário e uma nova urbanização.

Outra mudança significativa no local será em relação a Ponte Seca, ao lado do Mercado da Vila Rubim, que passará a ser exclusiva para pedestres. 

O governador Renato Casagrande esteve no canteiro de obras para acompanhar o início dos trabalhos, acompanhado pelo secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, e pelos engenheiros responsáveis.

"Vamos transformar essa região sul de Vitória, incluindo áreas de lazer e de esportes. A Avenida Alexandre Buaiz vai passar a ter seis faixas em um investimento de 42 milhões de reais, facilitando o fluxo de veículos de quem vem de Vila Velha pela Cinco Pontes e de Cariacica pela Segunda Ponte. É uma obra importante não somente para a Capital, mas para toda Região Metropolitana", reforçou.

O secretário Fábio Damasceno lembrou que o Governo do Estado iniciou as intervenções no ano de 2014, mas o contrato acabou sendo cancelado pela administração seguinte. “Por isso foi necessário fazer uma nova licitação. Então, aproveitamos para revisar e fazer melhorias no projeto para não só entregar uma melhoria viária, mas também um equipamento público para atividade de lazer e esportiva para a população do entorno”, disse.

Últimas