Começa transporte aéreo de vacinas no Brasil

Aeronaves da companhia Azul e da Força Aérea Brasileira saíram de Guarulhos e levaram mais de 2 milhões de doses do imunizante Coronavac para 13 capitais brasileiras

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As doses da vacina contra a covid-19 começaram a ser transportadas por aviões da companhia aérea Azul. As primeiras cidades que irão receber o imunizante por meio dos voos da empresa são Cuiabá, Vitória, João Pessoa, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Salvador, São Luís, Aracaju, Natal e Maceió com decolagens que partem do aeroporto de Guarulhos, na grande São Paulo. Ao todo, a companhia irá transportar 2,7 milhões de doses a essas cidades. 

A empresa havia anunciado em dezembro que estava à disposição das autoridades brasileiras para realizar o transporte das vacinas pelo país utilizando sua malha de voos existente e fretamentos, movimento que foi aderido também por outras empresas do setor.

FAB

Já a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou aeronaves para transportar as vacinas para Brasília, Manaus, Boa Vista, Porto Velho, Rio Branco, Macapá,  Tabatinga, Goiânia, Teresina, Fortaleza,  Florianópolis e Campo Grande. De acordo com o Ministério da Saúde, serão distribuídos aos estados 6 milhões de doses da vacina CoronaVac.

Assim que as vacinas chegarem às capitais, o acompanhamento e segurança serão entregues às polícias locais, que ficarão responsáveis pela segurança na distribuição.

Caberá às secretarias de Saúde de cada estado coordenar o processo de distribuição aos municípios que, por sua vez, executam a vacinação da população.

Neste primeiro momento, serão vacinados profissionais de saúde, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos e instituições psiquiátricas, e a população indígena vivendo em terras indígenas.

Últimas