Folha Vitória Comércio avalia novas restrições anunciadas pelo governador para conter covid-19 no ES

Comércio avalia novas restrições anunciadas pelo governador para conter covid-19 no ES

Lojas e shopping centers vão funcionar com novas regras em 17 cidades que vão entrar em risco alto a partir de segunda (15), entre elas Vila Velha e Serra

Folha Vitória
Foto: Bianca Vailant/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As novas regras para funcionamento das atividades comerciais no Espírito Santo, a partir da apresentação do novo mapa de risco feita pelo governador Renato Casagrande nesta sexta-feira (12), foram recebidas com alívio pelas entidades do setor. O motivo ´é que por conta do avanço rápido da doença no Estado, era esperado pela categoria medidas mais drásticas como toque de recolher ou lockdown, fechamento e suspensão do comércio só mantendo atividades essenciais como já ocorre em muitas cidades do país. 

Leia também: Novo mapa tem 17 cidades em risco alto; restrições no comércio vão valer por duas semanas no ES

Dezessete municípios foram classificados em risco alto. Nessas cidades, que incluem Serra e Vila Velha na Grande Vitória, comércios e shoppings poderão funcionar de segunda a sexta-feira até as 20h. Aos sábados, até as 16h, e deverão fechar totalmente aos domingos. 

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Espírito Santo (Fecomércio), José Lino Sepulcri, avalia que as restrições não impactarão as atividades como ocorreu no ano passado.

"O governador foi generoso com o comércio, pois os horários recomendados, mesmo considerando as cidades de risco alto, não irão prejudicar o funcionamento das lojas e elas não terão alterações", ponderou.

Sepulcri esperava maior rigor, o que não se confirmou. "Acreditamos que temos um crédito de confiança com o Estado pois nós nos adequamos ao que foi exigido como segurança sanitária para garantir o funcionamento das lojas de rua, além de uma ampla campanha de conscientização com lojistas, fornecedores e clientes", comenta.

A Fecomércio contabiliza que, de março a julho de 2020, quando os estabelecimentos, obrigatoriamente, funcionavam das 10h às 16h, a atividade deixou de faturar cerca de R$ 30 milhões. 

Shoppings

Cinco shoppings na Grande Vitória serão afetados com as novas restrições. Para o coordenador estadual da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), Raphael Brotto, os shoppings continuarão a seguir todos os protocolos sanitários combinados com o governo do Estado.

"Também continuaremos a respeitar o novo decreto que classifica os municípios em risco alto", garantiu. Ele frisou que a associação "lamenta que se chegue a esse ponto depois de um ano de início de pandemia". 

Leia também: Veja como vai funcionar comércio, bares e escolas no ES; Serra e Vila Velha vão para o risco alto

A Abrasce contabiliza que cerca de mil lojas sejam afetadas com a inclusão de Vila Velha e Serra no risco alto. Juntas, possuem cinco shopping centers. A entidade espera que o cenário de 2020, quando os empreendimentos comerciais ficaram 74 dias fechados, não se repita.

Últimas