Folha Vitória Covid-19: Sesa confirma morte de segundo paciente de Manaus transferido para o ES

Covid-19: Sesa confirma morte de segundo paciente de Manaus transferido para o ES

Segundo a secretaria, a morte ocorreu às 17h31 desta segunda-feira. O paciente era um homem de 48 anos, que apresentava comorbidade

Folha Vitória
Foto: Divulgação/FAB
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Mais um paciente de Manaus com covid-19 que estava internado no Espírito Santo morreu nesta segunda-feira (1º). A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Segundo a secretaria, a morte ocorreu às 17h31 desta segunda-feira. O paciente era um homem de 48 anos, que, de acordo com a Sesa, apresentava comorbidade.

O paciente estava internado no Hospital Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, onde permaneceu por dez dias. Ainda segundo a secretaria, a família dele foi comunicada e serão adotados protocolos para a liberação do corpo — processo de responsabilidade do Governo do Estado do Amazonas. 

A Sesa informou também que toda a atividade será acompanhada pela técnica representante do Governo do Amazonas que está em solo capixaba, além de profissionais do hospital (médico, assistente social e psicólogo).

Segundo a Sesa, 34 pacientes transferidos do Amazonas para o Espírito Santo permanecem sob os cuidados dos profissionais do Jayme Santos Neves. Desse total, 12 seguem em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 22 em enfermaria.

Em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira, o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, informou que quatro pacientes de Manaus com condições de receberem alta testaram negativo no primeiro teste para a covid-19. No entanto, eles seguem no hospital aguardando o resultado de um segundo teste para poderem ter alta — caso ele confirme o resultado do primeiro teste.

"Estamos adotando um critério internacional que exige dois resultados negativos, num período de 24 horas, de RT-PCR, para reconhecer que a pessoa não está mais em condições de transmissão de doença", explicou Fernandes.

Ao todo, 36 pacientes foram transferidos de Manaus para o hospital Jayme Santos Neves. Na semana passada, a paciente Simone Nunes dos Santos, de 47 anos, morreu em razão da covid-19. O corpo dela chega ainda nesta segunda-feira em Manaus. O enterro será na manhã desta terça-feira.

Monitoramento

Durante a coletiva, o secretário também reafirmou o procedimento realizado nos trabalhadores de saúde que tiveram contato com os pacientes de Manaus, para evitar a disseminação da nova cepa do vírus no Espírito Santo.

"Nós construímos uma grande operação de testagem nos trabalhadores do Hospital Jayme Santos Neves, dos seus familiares e pacientes que deram positivo com a cepa. Monitoramos os familiares que vieram visitar esses pacientes aqui no Espírito Santo. Uma grande operação de vigilância epidemiológica de campo foi estabelecida para poder tratar esses casos como casos importados", frisou.

Já o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, que também participou da coletiva, disse que quem vem de Manaus para o Espírito Santo também está sendo monitorado. 

"Nós monitoramos e acompanhamos também outras pessoas que vêm de Manaus que não têm vínculo com pacientes, que não vêm aqui para serem internados no nosso hospital de referência, mas circulam pelo nosso estado e, na medida em que procuram o serviço de saúde, passam a ser monitorados também pelo sistema de vigilância e também pelo sistema de atenção à saúde", destacou.

Últimas