Folha Vitória Em estreia na ‘Império Endurance Brasil’, piloto capixaba faz bonito e conquista o segundo lugar

Em estreia na ‘Império Endurance Brasil’, piloto capixaba faz bonito e conquista o segundo lugar

Mesmo largando na última colocação da categoria P3, Hugo Cibien e a equipe LT Team ficaram em segundo lugar na primeira etapa da competição

Folha Vitória
Foto: Cintia Azevedo/ Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma estreia com o pé direito, o que é usado para acelerar no carro. Foi dessa maneira que o piloto capixaba Hugo Cibien começou a temporada em sua primeira participação na "Império Endurance Brasil", na etapa de Goiânia. 

Ao lado dos parceiros de equipe João Luiz Quagliato e Luiz Cesar Junior, Hugo Cibien conquistou o segundo lugar na competição, na categoria P3, de protótipos de alta performance. O atleta integra a LT Team, equipe comandada pelo piloto de Fórmula Truck Leandro Totti, tricampeão da categoria.

A dificuldade na corrida foi ainda maior pela equipe ter largado em último lugar, pois não participou do treino classificatório de sexta-feira. 

“Nosso carro estava todo ajustado para o seco e na sexta havia chuva e pista molhada. Como a previsão para o sábado era de tempo firme, mantivemos o acerto do automóvel e optamos por não classificar, afinal, em prova de endurance, a posição de largada é menos importante para o bom resultado”, afirmou Cibien.

Foto: Cintia Azevedo/ Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Capixaba Hugo Cibien com o troféu de vice-campeão da etapa de Goiânia

Hugo assumiu o carro por duas vezes, sendo o responsável por finalizar o circuito. “Na última hora de corrida, peguei o carro com duas voltas de diferença para o primeiro colocado, conseguimos reduzir em uma volta e, faltando uns 15 minutos para o fim da prova, o carro começou a ter problemas no motor e possibilidade de pegar fogo”, lembrou.

Agora, o piloto capixaba mantém o foco e a preparação para a segunda etapa da Império Endurance, que acontece no dia 5 de junho, em Curitiba.

“Para a próxima etapa, a expectativa é que coloquemos mais vezes o carro na pista para treinar. Além disso, continuarei os treinos no simulador, que também é muito importante para conhecermos o comportamento do carro e traçado, por exemplo", disse.

Por fim, o piloto declarou que pretende continuar com as atividades que tem feito e vêm ajudando bastante no seu desempenho nas pistas. "Vou manter os treinos físicos com personal em estúdio e esportes como beach tennis, que trabalham a resistência, e também os trabalhos mentais, praticando meditação e neurofeedback, uma técnica para melhorar o funcionamento cerebral e estimular a atenção plena, fundamental quando se está a 200km/h”, finaliza.

Últimas