Folha Vitória Empresas efetuam planos estratégicos de transformação digital

Empresas efetuam planos estratégicos de transformação digital

Luft Logistics segue planejamento de longo prazo para complexa estrutura de serviços voltados a diferentes segmentos em todo o Brasil

Foto: Divulgação/DINO
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Segundo a última estimativa do Gartner, os gastos mundiais com TI (Tecnologia da Informação) devem totalizar US$ 4,4 trilhões em 2022, em um aumento de 4% em relação a 2021. Neste cenário, o segmento logístico - essencial para a economia - segue efetuando planos estratégicos de transformação digital. 

Segundo o CIO da Luft Logistics, Gustavo Saraiva, a complexidade do plano estratégico de transformação digital das empresas não tem a ver somente com tecnologia ou automatização. "Ela tem relação direta com um processo bem mais profundo e arraigado, que é a mentalidade (mindset) voltada à inovação e o constante investimento nas pessoas e na cultura organizacional", explica o executivo.

No caso da Logística para a cadeia de suprimentos (supply chain), a transformação digital tem o papel de organizar e melhorar a produtividade, empregando a tecnologia onde ela é de fato necessária e tornando os processos mais ágeis e capazes de se adaptar a possíveis instabilidades, como foi o caso da pandemia da Covid-19. 

“Um bom plano de transformação digital se propõe a utilizar a tecnologia a serviço da potencialização e melhoria dos processos nos segmentos de atuação – no caso da Luft, agronegócio, saúde, e-commerce e varejo –, agregando valor. Com estímulo à criatividade, multidisciplinariedade e por intermédio de novas soluções, é possível resolver problemas tradicionais”, ele afirma.  

Segundo ele, neste desenvolvimento, a tecnologia se une à cognição e vontade. “O contexto corporativo desta transformação vem de cima para baixo, com diretrizes claras”, explica. “Na nossa jornada de mudanças, o cliente está no centro de tudo. É um processo amplo que parte da adaptação dos gestores, colaboradores e dos próprios clientes que, em conjunto, conduzem os processos de mudança. A lógica é a do mundo digital, de respostas rápidas e flexibilidade", complementa.

A plataforma Digital da empresa tem como pilares a tecnologia, transparência e colaboração. Nela, a Luft organiza e disponibiliza todas as informações relacionadas à cadeia logística, transformando o monitoramento logístico em diferencial competitivo para seus clientes. 

No atendimento ao cliente, uma das novidades é a assistente virtual LIA (Luft Inteligência Artificial). O bot responde por serviços inicialmente pré-estabelecidos e ajuda os clientes a obterem informações imediatas sobre, por exemplo, status dos pedidos, agendamentos, previsão de entregas, ocorrências de notas fiscais e imagem dos comprovantes de entrega. 

Serialização de medicamentos como serviço e destinação ambiental de medicamentos  

Em 2021, aconteceu o lançamento da Luft Healthcare de serialização de medicamentos como serviço, em parceria com LABORPACK, INEL e R&B Rastreabilidade Brasil. A empresa vem desenvolvendo o sistema para suportar a legislação brasileira desde 2014, mantendo uma área especialmente dedicada ao processo. O time de inovação é parte de um projeto piloto de desenvolvedores em integração com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), com todas as licenças, certificados e boas práticas de fabricação nesta área. 

Ao mesmo tempo, o novo serviço de destinação ambiental de produtos farmacêuticos dentro da sede da Luft Healthcare, em Itapevi (SP), em parceria com a First Ambiental, foi outro passo da empresa como centro de serviços para a indústria 4.0. 

Cultura voltada à inovação 

A cultura de inovação foi sendo forjada na Luft desde seus primórdios. Alguns exemplos em sua trajetória foram a criação do serviço de Transporte Expresso Noturno, nos anos 1980, com o lançamento de entregas de um dia para o outro em toda a região Sul; o rastreamento completo da frota de caminhões já no início dos anos 1990; a estreia no setor da Saúde, no final da década de 1990; e o projeto de sustentabilidade do inpEV, de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas para reciclagem ou correta destinação final na Luft Agro, já no início dos anos 2000.  

A criação da Luft Solutions, especializada na Logística do e-commerce e do varejo, em 2005, foi outro passo importante, assim como a criação da área Corporativa, em 2009. Na Luft Healthcare, a implantação da Torre de Controle, em 2018, foi outro marco de inovação. Em 2020, em meio ao auge da redução da malha aérea por conta da pandemia da Covid-19 e como embarcadora aérea de medicamentos, a Luft Healthcare garantiu a entrega de medicamentos em todo o País.  

Últimas