Folha Vitória Família de homem assassinado no meio da rua em Viana, busca respostas para o crime

Família de homem assassinado no meio da rua em Viana, busca respostas para o crime

Eduardo Pires, 41 anos, voltava a pé com o filho para o trabalho quando foi morto. Amigos não acreditam em assalto. O corpo da vítima foi velado na manhã desta terça-feira (30)

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Familiares e amigos de Eduardo Pires, 41 anos, ainda tentam entender o que houve. O encarregado foi assassinado no meio da rua, ao lado do filho, quando retornava para o trabalho após almoçar em casa. 

Na manhã desta terça-feira (30), o corpo de Eduardo foi velado no bairro Industrial, em Viana, onde morou nos últimos 32 anos. 

Em choque

Segundo parentes, Eduardo tinha o costume de ir em casa diariamente, por volta de meio-dia, para almoçar. Depois, ele e o filho, voltavam a pé para o trabalho, em um bairro vizinho.

Muito abalado, o filho do encarregado, que estava com o pai quando tudo aconteceu, na manhã de segunda-feira (29), disse que ficou em estado de choque e com medo no momento do assassinato. Só conseguiu chamar a ambulância e a polícia, logo em seguida. Ele não consegue entender porque o pai foi assassinado a sangue frio, sem chance de se defender.

As marcas dos disparos foram encontradas na parede de uma casa e em um carrinho de vendas, que estava na rua.

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Rotina

Um dos amigos da vítima, que preferiu não se identificar, contou para a equipe de reportagem da TV Vitória que ninguém no bairro acredita em assalto, já que nada foi levado de Eduardo e que além disso, quem cometeu o crime conhecia a rotina dele.

Durante a manhã, uma viatura da Guarda Municipal fazia um patrulhamento pela região. Moradores afirmaram que o local é tranquilo e que esse tipo de crime nunca havia acontecido no bairro.

Últimas