Folha Vitória Família é feita refém por quase 10 horas em propriedade rural; criminosos mataram 5 animais

Família é feita refém por quase 10 horas em propriedade rural; criminosos mataram 5 animais

Eles agrediram a família e sacrificaram quatro vacas e um touro, avaliado em mais de sete mil reais

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma família foi feita refém na última terça-feira (4), por aproximadamente dez horas, durante um assalto em uma propriedade rural na região de Boca do Mato, Cariacica. Além de roubar objetos, os suspeitos agrediram a família e  também mataram cinco animais, sendo quatro vacas e um touro, avaliado em mais de R$ 7 mil.

O objetivo do grupo era levar as carnes dos animais. Com o crime, o dono do local teve um prejuízo de R$ 30 mil reais. Quando os homens chegaram, o caseiro estava em casa com a mulher e os três filhos, de dois, cinco e onze anos. Depois, uma jovem de 15 anos e o irmão, de 17, chegaram.

"Cheguei em casa e apontaram a arma, falando que era um assalto, e pediram para eu ficar quieto. Eu estava voltando para casa, aí no meio do caminho escutei um barulho estranho e percebi que tinha algo de errado. Eu liguei para os meus pais, mas ninguém atendia", detalhou o rapaz. 

Por ter chegado por último, ele foi colocado contra a parede. "Me chamaram para a cozinha e perguntaram se eu tinha ligado para mais alguém. Assustado, só falei que tinha ligado para casa. Eles pediram para eu desbloquear o celular e entregar para eles", contou. 

O jovem não se lembrou que tinha tentado falar com a irmã, e após os suspeitos encontrarem o registro da ligação, o agrediram com coronhadas e amarraram suas mãos. 

Segundo a família, os criminosos ainda bateram na cadela e trancaram o outro cão em um quarto. Para agir no curral, o grupo pediu que eles ligassem o aparelho de som. 

A família ficou refém das 18 horas até as 4 horas da madrugada. Durante este período, os homens pediram até que a adolescente de 15 anos fizesse um café. Depois do desespero vivido pelas sete pessoas, o caseiro conseguiu acionar o dono da propriedade e procurou a delegacia para registrar o crime.

*Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória / Record TV

Últimas