Farmácias Cidadãs Estaduais realizaram mais de 300 mil atendimentos desde o início da pandemia

Umas das alternativas para ajudar o usuário, foi o inicio de teleatendimento

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os serviços de assistência farmacêutica e dispensação de medicamentos de componentes especializados nas 13 unidades das Farmácias Cidadãs Estaduais continuaram ininterruptos mesmo diante da pandemia do coronavírus . Durante os meses de março a julho deste ano, as Farmácias realizaram 336.657 mil atendimentos, com um total de 7.676 mil novos processos de norte a sul do Espírito Santo.

Ao longo dos últimos meses, a Secretaria da Saúde (Sesa), por meio da Gerência Estadual de Assistência Farmacêutica (GEAF), elaborou uma série de orientações visando à segurança, o cuidado com higiene das mãos e o distanciamento social, aos usuários que se dirigiam às unidades, além de garantir também a ampliação de prazos de validade dos documentos.

De acordo com a gerente da Assistência Farmacêutica, Gabrieli Freitas, as ações foram estabelecidas para atender tanto ao usuário quanto aos seus procuradores. “Diante desse novo cenário, nós rapidamente nos organizamos para atender as necessidades que o momento pede, como ampliar o tempo de validade das documentações, disponibilizar álcool 70%, intensificar a limpeza, limitar o número de usuários dentro das unidades de uma vez só. A nossa preocupação não é somente com o usuário, que muitas vezes possui doença crônica, mas também com os procuradores, que buscam as medicações para aqueles que não podem ir”, afirmou.

Entre outras alternativas para ajudar o usuário, a Gerência iniciou, em todas as unidades, o teleatendimento. Coordenado por farmacêuticos, o contato é feito por telefone de forma a acompanhar o tratamento, em especial, de pacientes que não podem se deslocar até a farmácia e ter o atendimento pessoal.

“É uma ação criada para este momento, um novo serviço que pretendemos dar continuidade. Com o teleatendimento percebemos uma oportunidade também de nos aproximar dos pacientes e acompanhá-los, saber se estão tendo eficácia no tratamento, se há dúvidas na utilização e armazenamento do medicamento, além de conseguir identificar outras necessidades”, informou Gabrieli.

Capacitações e treinamentos da equipe para atuação diante do novo Coronavírus

Com o novo cenário trazido pela covid-19, os servidores das Farmácias Cidadãs Estaduais passaram por capacitações online e treinamentos de educação continuada para melhor atendimento aos usuários e também ao autocuidado, como a importância do uso de equipamentos de proteção individual.

Segundo a coordenadora das Farmácias Cidadãs Estaduais, Laís Frigini Postay, as unidades contam com aproximadamente 300 servidores entre farmacêuticos, médicos, assistentes sociais e apoio administrativo. “É necessário, diante de uma doença nova, nos mantermos sempre atualizados para também passar melhores informações aos nossos usuários. Diante disso, estamos realizando, desde março, uma série de treinamentos e capacitações para todas as equipes, com reuniões para alinharmos de condutas, além de mostrar ao servidor a importância de se cuidar e do uso adequado de EPI’s, por exemplo”, explicou.

Ainda segundo Laís Frigini, é importante ressaltar o papel dos servidores ao longo desses meses. “Todos se mantiveram firmes, realizando o trabalho e comprometidos com a continuidade do tratamento dos nossos usuários. Durante o atendimento, eles sempre enfatizam os cuidados necessários para se evitar a contaminação pela covid-19, incentivando também a ida de procuradores para comparecerem às Farmácias, evitando a ida de pessoas de grupo de risco”, informou.