Folha Vitória Filho de sargento é baleado durante troca de tiros com criminosos em Vitória

Filho de sargento é baleado durante troca de tiros com criminosos em Vitória

A troca de tiros ocorreu na rua da casa da família durante a madrugada desta segunda-feira (24)

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma troca de tiros entre criminosos e dois policiais de folga terminou com um jovem baleado, no bairro Santa Marta, em Vitória. A troca de tiros ocorreu na madrugada desta segunda-feira (24). O rapaz baleado é filho de um dos policias envolvidos na ação. 

Os dois policiais que atuaram na ocorrência, um sargento e um soldado da Polícia Militar, são pai e filho. Um outro filho do sargento, que trabalha como vigilante, acabou sendo baleado. 

A troca de tiros ocorreu na rua da casa da família. Uma vizinha contou que foi acordada pelo barulho dos tiros, por volta de 1 hora.

O sargento e soldado contaram para a polícia que ouviram barulhos de tiros minutos antes de chegar em casa. Ao estacionar o carro na garagem, eles atravessaram a rua e se depararam com um carro passando em alta velocidade. Dois ocupantes do veículo estavam com uma arma. 

Os suspeitos atiraram contra os policiais. Um deles revidou e disparou cerca de 15 vezes. O outro filho do sargento, que estava em casa, ouviu o barulho e foi ver o que estava acontecendo. Ele também efetuou disparos contra os suspeitos, que fugiram correndo e abandonaram o veículo que estavam. 

Um carro que estava estacionado na rua e um outro veículo, que estava em uma garagem, foram atingidos pelos disparos. Os tiros ainda acertaram o portão e a grade duas residências. 

Minutos depois, o carro dos criminosos começou a pegar fogo. O veículo foi destruído pelas chamas. O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para apagar as chamas, que atingiram também, o medidor de energia de uma casa.

Só depois de todo o ocorrido, a família percebeu que o vigilante filho do sargento havia sido baleado. No meio da confusão, ele acabou atingido por um tiro no lado direito do peito e está internado em um hospital da capital. O estado de saúde da vítima é estável.

Pouco tempo depois do confronto e do incêndio no carro dos atiradores, um dos suspeitos se apresentou a polícia e informou que havia sido baleado com um tiro no braço. A princípio, ele alegou que era motorista de aplicativo e que havia feito uma corrida para os criminosos. No entanto, ele foi reconhecido como um dos atiradores.

José Ricardo de Oliveira Gregório foi levado para a Delegacia Regional de Vitória depois de receber atendimento médico. O caso será investigado pela Polícia Civil, que continua as buscas pelos outros suspeitos.

*Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/RecordTV

Últimas