Folha Vitória Galpão de material reciclável pega fogo em Cariacica e associação pede ajuda

Galpão de material reciclável pega fogo em Cariacica e associação pede ajuda

O material queimado corresponde a 20% do faturamento mensal da associação. As chamas deixaram o galpão destruído em Nova Rosa da Penha 2

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após incêndio no galpão, catadores de material reciclável de Nova Rosa da Penha 2, em Cariacica, correm atrás do prejuízo. O material queimado corresponde a 20% do faturamento mensal da associação. As chamas deixaram o galpão destruído.

A catadora Lindinalva Pereira, de 53 anos, trabalha na triagem do material reciclável da associação em Cariacica há 15 anos. Com o dinheiro que recebe pelo serviço, sustenta o marido doente e os três filhos. 

O crime aconteceu na terça-feira (07), no dia da Independência do Brasil. Após o incêndio, um trator enviado pela Prefeitura de Cariacica retirou o material queimado do galpão. Restaram, nas paredes, as marcas deixadas pelas chamas. 

Nesta quinta-feira (09), a associação de Nova Rosa da Penha 2 recebeu doação de material reciclável de uma outra associação. O presidente interino da associação não soube dizer se o incêndio foi criminoso ou não, mas conta com a ajuda da população com a doação de cestas básicas para os catadores. 

Em 16 anos de funcionamento, esse foi o quarto incêndio no galpão da associação que foi cedido pela prefeitura, mas que está sem muro há algum tempo. 

A presidente da associação de catadores de Nova Rosa da Penha 2, Evanilda Lima, pede a construção de um novo muro como forma de evitar novos incêndios.

"Estou pedindo a ajuda de vocês, da prefeitura e do Estado para ajudar a gente a levantar um muro no galpão. Nós não temos condições de tirar do nosso bolso. Estou pedindo a colaboração das pessoas para ajudar a gente a se erguer, porque aqui em Nova Rosa da Penha 2, existem muitas pessoas ruins para colocar fogo no nosso material", lamentou. 

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória / Record TV.

Últimas