Folha Vitória Governo do ES começa a vacinar 22 mil rodoviários e moradores de rua a partir de quarta-feira

Governo do ES começa a vacinar 22 mil rodoviários e moradores de rua a partir de quarta-feira

Estimativa é da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que informou ainda que esse público será imunizado com vacinas da Astrazeneca

Folha Vitória
Foto: Matheus Brum / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Cerca de 22 mil profissionais do transporte de passageiros — motoristas e cobradores —, além de pessoas em situação de rua, começarão a ser vacinados contra a covid-19 na próxima quarta-feira (26). A estimativa é da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que informou ainda que esse público será imunizado com vacinas da Astrazeneca.

Um ato simbólico será realizado na quarta-feira, para marcar o início da vacinação dos rodoviários e das pessoas em situação de rua. A Sesa ressaltou ainda, por meio de nota, que a organização da vacinação desses grupos está em curso e informações adicionais serão detalhadas no evento oficial.

Na manhã desta segunda-feira (24), o governo do Estado iniciou, oficialmente, a imunização de funcionários do sistema prisional, servidores do sistema socioeducativo e policiais penais. A expectativa, segundo dados do Ministério da Saúde, é de que 4.936 profissionais do Espírito Santo sejam imunizados contra a doença nesta nova etapa. As doses para os profissionais dos sistemas prisional e socioeducativo serão garantidas aos municípios a partir desta terça-feira (25).

Durante a cerimônia desta segunda-feira, o governador Renato Casagrande anunciou o início da vacinação dos trabalhadores do transporte coletivo para quarta-feira. No entanto, na ocasião, Casagrande não detalhou quantos profissionais seriam beneficiados.

"As vacinas estão chegando e, nesta semana, vão chegar mais vacinas da Astrazeneca. Hoje, iniciamos a vacinação dos agentes socioeducativos e inspetores penitenciários. Vamos começar na próxima quarta-feira dos rodoviários e vamos começar também, nos próximos dias, os portuários. Estamos buscando vacinar categorias profissionais que estão trabalhando em risco", frisou o governador. 

No dia 13 de abril, trabalhadores do sistema Transcol chegaram a realizar uma paralisação, que durou mais de quatro horas, para reivindicar prioridade da categoria na fila da vacinação. Na época, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) informou que 30 mortes por covid-19 haviam sido registradas, até então, envolvendo profissionais da categoria.

Últimas