Folha Vitória Governo do ES poderá usar dados de desempenho de 2019 para pagamento de bônus aos professores

Governo do ES poderá usar dados de desempenho de 2019 para pagamento de bônus aos professores

Projeto de lei foi enviado à Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O bônus é uma ferramenta que tem o objetivo de reconhecer, estimular e valorizar o esforço dos profissionais que atuam na Secretaria de Estado da Educação

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Sedu
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para que os professores recebam o bônus por desempenho referente ao ano de 2020, o governo do Espírito Santo encaminhou à Assembleia Legislativa do Estado, na tarde desta sexta-feira (14), um projeto de lei para alterar as regras do programa. O objetivo é utilizar o desempenho atingido em 2019. 

Por causa da pandemia de covid-19, o Espírito Santo não realizou no ano passado o Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes), que mede, justamente o desempenho escolar. 

A mudança no projeto de lei busca acrescentar um artigo que permitirá à Secretaria de Estado da Educação (Sedu), utilizar o índice da última avaliação para, assim, conceder o bônus desempenho aos profissionais da educação em 2021. Caso seja aprovado pelos deputados estaduais, os dados de 2019 serão usados para calcular o desempenho dos profissionais da educação. Com isso, serão destinados cerca de R$ 36 milhões para o pagamento. 

"É uma legislação simples, mas fundamental para que possamos fazer o pagamento desse bônus em um período extraordinário que estamos vivendo. No ano passado não tivemos o Paebes, a pesquisa de avaliação, porque não tivemos a presença permanente dos professores e dos alunos nas salas de aulas", ponderou Casagrande. 

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, esclareceu que o bônus desempenho já faz parte do planejamento da Sedu. 

"Entre os professores e profissionais há uma expectativa de receber o bônus. O ano passado trouxe a incerteza de como e quando ele seria pago, e a prova acabou não acontecendo. Nessa medida, buscamos zelar pelo pagamento do bônus" reforçou Vitor.

O secretário ressaltou ainda que o valor será pago independente, se o professor estava ou não na rede pública estadual em 2019. "Mesmo as pessoas que entraram em 2020 serão bonificadas", concluiu. 

Sobre o bônus:

O bônus desempenho foi criada em 2010 com o objetivo de reconhecer, estimular e valorizar o esforço dos profissionais que atuam na Secretaria da Educação. É um prêmio em dinheiro concedido, anualmente, aos profissionais que atuam em escolas e outras unidades da Sedu. 

O profissional da Secretaria pode receber até um salário a mais por ano, conforme os resultados apurados pela unidade de ensino onde exerce suas funções.

Aulas em 2020

O ano letivo presencial de 2020 foi prejudicado pela pandemia de covid-19. Ele começou em fevereiro e foi até meados de março. Com o crescente número de casos e a falta de informação sobre a doença, foi estabelecido que as aulas continuassem em modo remoto. 

Em outubro, as aulas voltaram de forma híbrida, ou seja, presencial e remota. Mesmo assim, não foi possível a aplicação da prova ( o Paebes) nos ambientes escolares para medir o desempenho do aprendizado dos alunos nas escolas. 

A reportagem do Jornal Online Folha Vitória questionou a Sedu se há previsão de quando o bônus será pago, caso o projeto seja provado. Assim que a Secretaria de Educação responder, a reportagem será atualizada. 

Últimas