Folha Vitória Guarapari proíbe entrada de vans e ônibus de turismo durante feriado prolongado

Guarapari proíbe entrada de vans e ônibus de turismo durante feriado prolongado

Além disso, continua proibida a todas as pessoas a permanência nas praias, cachoeiras e riachos do município

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Quem pretende aproveitar o feriado prolongado do Dia da Independência para curtir as praias da cidade saúde do Espírito Santo, deve ficar a atendo. O município de Guarapari montou uma barreira sanitária próximo à entrada da BR-101, que impede a entrada de vans e ônibus de turismo na cidade. A medida foi adotada para combater a disseminação do novo coronavírus durante o feriadão.

Depois de encarar 8 horas de estrada, um grupo de Belo Horizonte, em Minas Gerais, chegou a Guarapari. O veículo de passeio em que estavam foi abordado pela equipe de fiscalização da prefeitura. Os agentes aferiram a temperatura dos visitantes e deram orientações. 

De acordo com a prefeitura, os veículos que desrespeitarem a regra serão convidados a se retirar do município. As acomodações que acolherem grupos a bordo de vans e ônibus de turismo serão multadas. O valor pode chegar a R$ 1700. "Na abordagem, eles já são convidados a se retirarem do município, com o apoio da Polícia Militar. Caso se evadam e entrem no município, vamos atrás, com a polícia e com os agentes de trânsito para retirar do local. Aluguel de pousadas e casas de excursão estão proibidos", disse o secretário de Postura e Trânsito de Guarapari, Luiz Calos Cardozo Filho.

Uma van sob suspeita recebeu ordem de parada. Nem o motorista e nem os passageiros usavam máscaras. Eles se identificaram como funcionários de uma empresa com sede no município e foram liberados pelos agentes.

Depois de receber denúncias da população, a prefeitura de Guarapari afirma que também reforçou a fiscalização em alguns pontos da BR 101. Para evitar que ônibus e vans de turismo façam o desembarque de visitantes na rodovia. "Recebemos denúncias de que os ônibus estariam parando em pontos da BR e postos de combustíveis, mas até onde nós vigiamos e ninguém aconteceu", disse o secretário.

Também continua proibida a permanência nas praias, cachoeiras e riachos do município. Só é permitida a circulação de pessoas e a prática individual de atividades físicas de máscara. 

Outros municípios

Em Anchieta, também haverá barreiras sanitárias. Mas as praias estão liberadas. Só que é proibido aglomeração.

No litoral norte do estado, São Mateus está em risco alto para covid-19. A prefeitura expediu um decreto que atende as recomendações do ministério público para impedir aglomerações durante o feriadão. As praias do balneário de Guriri ficarão interditadas entre os dias 5 e 7 de setembro. Haverá barreira sanitária na orla do balneário. Quem transitar sem máscara em espaços públicos do município será multado.

Além disso ficará proibido o atendimento presencial em restaurantes e lanchonetes de São Mateus aos finais de Semana, começando na sexta-feira. Mas poderá ocorrer retirada no balcão ou delivery.

Na capital capixaba, as praias estarão liberadas durante o feriadão. Mas as pessoas devem evitar aglomerações, usar máscara. A Guarda Municipal vai emitir mensagens sonoras para reforçar a necessidade dos cuidados e fazer abordagens.

Já a prefeitura da Serra informou que as praias permanecerão liberadas durante o feriadão. Guarda vidas e agentes da guarda municipal vão alertar a população sobre a necessidade das medidas de combate à covid-19.

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória / Record TV

Últimas