Folha Vitória Homem é morto a tiros depois de esposa ser presa em Vila Velha

Homem é morto a tiros depois de esposa ser presa em Vila Velha

.De acordo com a polícia, o crime tem relação com o tráfico de drogas

Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Polícia Militar
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem identificado como Marcos Antônio Dias, de 24 anos, foi morto a tiros no bairro Dom João Batista, em Vila Velha. O suspeito de cometer o crime foi detido pouco tempo depois, em um bairro vizinho.

Moradores contaram que ouviram o barulho de pelo menos três disparos e que ao saírem na rua para ver o que tinha ocorrido encontraram a vítima morta. De acordo com a Polícia Militar, o crime tem relação com o tráfico de drogas.

Momentos antes do crime, Marcos e a esposa foram abordados pela polícia. O rapaz foi liberado durante a abordagem, mas a mulher dele foi detida suspeita de envolvimento com o tráfico.

"Ela foi pega no ato da venda. No momento da detenção dela, estava no local o seu esposo, o qual sabíamos da participação dele no tráfico de entorpecentes, mas não haviam elementos para ele ser detido. A esposa dele foi detida e conduzida ao DPJ", disse o Sargento Prates.

Horas depois, os PMs receberam a informação de um tiroteio na região. Assim que chegaram ao local do crime, receberam a informação de quem seria o possível autor do crime.

Dois homens, de 25 e 30 anos, foram detidos dentro de uma casa no bairro Ilha dos Ayres, também em Vila Velha. De acordo com os militares, um dos presos é o responsável por comandar o tráfico do bairro.

Assim que percebeu a chegada da polícia, um dos suspeitos jogou uma arma por cima do muro.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), em Vitória. Os indivíduos foram identificados como Faisson da Silva Ponciano e Adailton de Almeida Aeraldo.

Segundo a polícia, Adailton confessou que seria o assassino de Marcos Antônio. Com ele, foi encontrado uma pistola calibre 9 milímetros. 

"Esse detido confessou a sua participação no homicídio no bairro Dom João Batista. Existe contra ele um mandado de prisão, inclusive, por homicídio. E ele há algumas semanas teve um familiar morto na região de intenso tráfico. Então, tudo isso motivou uma tensão maior na comunidade. Já há alguns meses, estamos lidando com essa situação de indivíduos envolvidos no tráfico de entorpecentes realizando crimes contra a vida", afirmou o sargento.

A Polícia Civil informou que o homem de 25 anos foi autuado em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Já o suspeito de 30 anos foi autuado por homicídio, porte ilegal de arma e posse de drogas para consumo próprio. 

Os dois foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana. De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), eles possuem passagem pela justiça. Há ainda registros para Adailton entre janeiro de 2018 e  janeiro de 2021 por tráfico de drogas e homicídio. 

*Com informações do repórter da TV Vitória/Record TV, Roger Nunes 

Últimas