Folha Vitória Hospital Evangélico de Vila Velha recebe recomendação de certificação máxima em gestão hospitalar no Espírito Santo

Hospital Evangélico de Vila Velha recebe recomendação de certificação máxima em gestão hospitalar no Espírito Santo

O certificado faz parte da história do HEVV, que tem o desafio de ser o único hospital filantrópico capixaba a conquistar a classificação máxima em gestão hospitalar.

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) foi contemplado com uma recomendação de certificação máxima em gestão hospitalar pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), reconhecida internacionalmente. A unidade passou por auditoria entre os dias 9 e 12 de novembro para avaliação dos padrões de Qualidade, Segurança, Gestão Integrada e Excelência em Gestão.

O certificado faz parte da história do HEVV há oito anos, que carrega o desafio de ser o único hospital filantrópico do Espírito Santo a conquistar a classificação máxima ONA Nível 3 – Acreditação em Excelência. Mesmo diante de um cenário atípico de pandemia da Covid-19, a instituição permaneceu empenhada na melhoria contínua e na busca para elevar os padrões de maturidade institucional.

De acordo com a superintendente da Associação Evangélica Beneficente Espírito Santense (Aebes), Sirlene Motta de Carvalho, instituição mantenedora do hospital, foram pontuadas as ações estratégicas realizadas na pandemia. Dentre elas, foram destacadas as iniciativas de o fortalecimento do conhecimento acadêmico, a valorização dos profissionais, os investimentos em infraestrutura de Ensino e Pesquisa, a evolução nos resultados da Pesquisa da Cultura de Segurança do Paciente, a robustez da gestão financeira e o protocolo de monitorização da deterioração clínica personalizada.

“Na reunião de encerramento do Processo de Recertificação do HEVV, foram abordados pontos estratégicos que envolvem a instituição em sua totalidade, com foco na segurança do paciente. Um dos destaques foi o enfrentamento à pandemia da Covid-19. Com base nos cenários, políticas governamentais e demais diretrizes adotadas pelas autoridades sanitárias, o hospital necessitou de diversas adaptações de urgência para atender as normas. Conseguimos manter um resultado satisfatório mesmo diante de uma situação adversa”, pontua a superintendente.

Últimas