Folha Vitória Incêndio que matou criança de 4 anos foi provocado por desgaste da fiação, aponta laudo

Incêndio que matou criança de 4 anos foi provocado por desgaste da fiação, aponta laudo

O caso aconteceu no dia 19 de outubro, em um dos apartamentos de um edifício localizado na Avenida Rio Branco, na Praia do Canto, em Vitória

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O incêndio que resultou na morte de uma criança de 4 anos, ocorrido no dia 19 de outubro, na Praia do Canto, em Vitória, foi provocado pelo desgaste da fiação do circuito elétrico de um dos quartos do imóvel. A conclusão é do laudo pericial do Corpo de Bombeiros, feito por meio do Centro de Atividades Técnicas (CAT) da corporação.

Segundo o laudo, a hipótese mais provável é de que o fogo tenha começado no ventilador de teto do cômodo, após um defeito no funcionamento do equipamento. Os bombeiros constataram que houve um travamento do eixo do ventilador, que, ao continuar tentando manter o funcionamento do motor, o calor gerado pelo circuito pode ter ocasionado o foco inicial do incêndio, que passou a consumir os materiais combustíveis existentes no quarto.

No entanto, segundo o laudo, há uma possibilidade também de que o incêndio começado no ar condicionado do quarto. De acordo com os bombeiros, como o equipamento caiu pela janela do cômodo, pode ter dado ignição à cortina ou outro material. "Fato constatado é que a fiação do circuito elétrico do local estava degradada e teria gerado as chamas iniciais em um dos dois equipamentos, após sobrecarga", informou o Corpo de Bombeiros, por meio de nota.

Relembre o caso

O incêndio em um dos apartamentos do Edifício Pintor Fanzeres, localizado na Avenida Rio Branco, na Praia do Canto, começou por volta das 20 horas do dia 19 de outubro. Os moradores chegaram a ficar presos no imóvel. Um menino de 4 anos foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Além do menino, uma outra criança, de 6 anos, estava no imóvel junto com os pais, a avó e a babá. Nenhum deles precisaram ser encaminhados ao hospital.

O prédio tem seis andares, sendo 24 apartamentos no total. No local, tem moradores que estão há décadas, além de muitos idosos com dificuldade de locomoção.

Leia também:

>> Fogo em apartamento teria começado em um dos quartos, diz Corpo de Bombeiros

>> VÍDEO | "Ele tentou me abraçar", diz bombeiro sobre resgate de criança durante incêndio

>> Peritos voltam ao prédio onde ocorreu incêndio na Praia do Canto

>> Incêndio na Praia do Canto: perícia aponta que fogo começou no quarto de proprietária do imóvel

>> 'Nenhuma hipótese está descartada', diz Bombeiros sobre incêndio em apartamento

Últimas