Folha Vitória Março azul marinho: veja os mitos e verdades sobre a colonoscopia

Março azul marinho: veja os mitos e verdades sobre a colonoscopia

Mês marca campanha mundial de conscientização do câncer colorretal, o que mais acomete mulheres no Brasil, atrás apenas do câncer de mama

Folha Vitória
Foto: Direito ao Direito
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Março é considerado o mês mundial para a conscientização sobre o câncer colorretal. Conhecido também como câncer do intestino grosso ou câncer de cólon e de reto, é uma doença com alta incidência em homens e mulheres no mundo ocidental. 

A doença é o segundo tipo de câncer que mais acomete mulheres no Brasil, atrás apenas do câncer de mama. A oncologista da Oncomédica e da Samp, Fernanda César de Oliveira, alerta que hábitos saudáveis são as principais formas de prevenção, e que a colonoscopia é o principal exame para o diagnóstico.

“Por permitir a visualização em tempo real do cólon, a colonoscopia é muito importante para a detecção de diversos problemas intestinais, entre eles o câncer colorretal. Entretanto, apesar de sua importância, muitos pacientes ainda têm receio de realizar a colonoscopia, principalmente porque este exame é cercado de mitos e noções equivocadas”, explica a proctologista do Vitória Apart Hospital, Lorena Reuter Motta Gama.

Confira os mitos e verdades sobre a doença 

A colonoscopia dói.

MITO. Durante a realização do exame, o paciente permanece sedado. Desse modo, é quase impossível que o paciente sinta dor ou desconforto durante o procedimento.

A colonoscopia demanda uma preparação especial.

VERDADE. Para realizar este exame é preciso limpar o intestino grosso, de modo que a mucosa seja visualizada da melhor maneira possível. Para isso, recomenda-se adotar uma dieta branda, sem alimentos ricos em fibras, no dia anterior ao procedimento. Além disso, o médico indica um produto laxante para ser ingerido antes do exame. Cada medicamento é tomado de uma maneira diferente, seguindo as orientações médicas. De qualquer modo, mesmo sendo um pouco “chatinha”, a preparação para a colonoscopia é bem tranquila e segura.

A colonoscopia é um exame arriscado

MITO. A colonoscopia é um exame realizado com muita frequência sendo indicado para todas as pessoas com mais de 45 anos, para o rastreamento do câncer colorretal. As principais complicações temidas pelos pacientes são as perfurações e os sangramentos. No entanto, elas ocorrem em menos de 2% dos casos. Além disso, os profissionais estão equipados para lidar com estas raras complicações que podem acontecer durante o exame.

É possível retirar tumores durante a colonoscopia.

VERDADE. Durante a realização do exame, o colonoscopista pode fazer a remoção de pólipos, que são crescimentos anormais na membrana do intestino. Estes pólipos, a princípio, são benignos, porém é possível que evoluam para tumores malignos e, por isso, sua remoção é realizada.

Colonoscopia é um exame exclusivo para pessoas mais velhas

MITO. Embora seja recomendado que pessoas acima de 45 anos realizem periodicamente a colonoscopia, isto não significa que é um exame exclusivo deste grupo. Pessoas mais jovens podem desenvolver câncer colorretal e, além disso, existem muitas outras doenças intestinais que acometem pessoas de diferentes idades. Por isso, se o exame for solicitado pelo seu médico, é importante fazê-lo. 

Últimas