Folha Vitória Médica alerta sobre os benefícios de cuidar da pele ainda jovem

Médica alerta sobre os benefícios de cuidar da pele ainda jovem

O dano que uma pessoa sofre na pele só aparece 30 anos após a lesão

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Começar os cuidados antienvelhecimento desde cedo é primordial para retardar os sinais da idade e danos futuros. A médica Julianne Wagmacker afirma que a chegada aos 30 é o ápice da beleza e da maturidade da mulher. Mas também é nessa idade que aparecem as primeiras linhas expressão no rosto.

“Além disso, começam a aparecer as manchas e flacidez, pois ocorre uma desaceleração do metabolismo e maior tendência a desidratação”, explica.

Adriane Combs, de 33 anos, é uma das pessoas que já dedica parte do tempo com os cuidados com a pele. A investidora e corretora de imóveis começou a cuidar da pele com especialista há 5 anos. Ela conta que tem rosácea, uma doença de pele muito comum em mulheres, que lembram espinhas e que deixa a região inflamada. Por conta disso a atenção deve ser redobrada. “A minha pele é muito sensível, então eu faço a minha rotina de cuidados pela manhã e à noite. No primeiro momento, lavo meu rosto com sabonete líquido depois enxáguo bem e seco com uma toalha dando batidinhas, e passo um creme próprio para o meu caso em seguida protetor solar”, afirma Adriani.

A médica explica que o dano que a pele sofreu no passado, vai aparecer aos 30, 40, 50, 60 anos. De acordo com Julianne, tomar medidas preventivas é primordial para a saúde futura. “Além do uso de produtos específicos para cada tipo de pele, adoção de hábitos saudáveis, procedimentos como botox, ultrassom micro e macrofocado, preenchimento e laser ablativo, que é o laser de CO2, ajudam a preservar uma aparência jovial”, explica.

Últimas